Emoção volta aos gramados e arquibancadas com o início do Parazão Banpará 2022

No lançamento oficial da competição, que reúne 12 clubes, foram assinados os contratos de patrocínio e de direito de transmissão, e apresentado o mascote

24/01/2022 22h32 - Atualizada em 25/01/2022 11h42

O coração do torcedor paraense volta a pulsar com o início do Parazão Banpará 2022, lançado oficialmente na noite desta segunda-feira (24), no Teatro Maria Sylvia Nunes, na Estação das Docas, em Belém. A solenidade incluiu a assinatura dos contratos de patrocínio e cessão dos direitos de transmissão entre Governo do Pará, Banco do Estado do Pará (Banpará), Fundação Paraense de Radiodifusão (Funtelpa), Federação Paraense de Futebol (FPF) e os 12 clubes participantes.

Águia de Marabá, Amazônia Independente, Paragominas, Paysandu, Bragantino, Itupiranga, Tapajós, Tuna Luso, Caeté, Castanhal, Independente Tucuruí e Clube do Remo compõem a série A da 110ª edição do campeonato.Com 12 clubes, o Parazão será transmitido pela TV, Rádio, Portal e mídias sociais da Cultura

“O governo do Estado, por meio da Seel (Secretaria de Estado de Esporte e Lazer), vem fomentando o esporte, em especial o futebol, não só o profissional, mas o de base, o feminino e o amador. Isso nos deixa muito satisfeitos. Acreditamos que o futebol paraense tem a capacidade de ser uma referência para o futebol brasileiro”, disse Vitor Borges, secretário adjunto da Seel.

O Parazão Banpará terá novamente a transmissão exclusiva da TV Cultura, com uma cobertura 360º, em que o torcedor acompanhará todos os ângulos do campeonato, seja pela TV, Rádio, Portal e mídias sociais da Cultura. É o 13° ano seguido de cobertura. “Mesmo sendo uma TV pública, tivemos um interesse em uma TV aberta em retransmitir na íntegra os jogos do campeonato paraense de futebol, levando a grandiosidade do campeonato estadual para todo o País em TV aberta e fechada”, ressaltou Hilbert Nascimento, presidente da Funtelpa.

Taça que será entregue a vencedor do campeonato

Apoio do Estado 

Hilbert Nascimento, presidente da FuntelpaRuth Pimentel Méllo, presidente do Banpará, reforçou que o apoio ao campeonato faz parte das diretrizes do governo de garantir apoio a todos os eventos sociais, culturais e esportivos do Estado. “É uma honra participar deste evento. O Banpará não poderia ficar de fora. Quando falamos em esporte, estamos falando de lazer, trabalho em equipe, competitividade e integração de vários municípios. Ficamos muito honrados em ajudar a viabilizar um Parazão fadado ao sucesso”, afirmou.

No evento também foi apresentado o novo mascote da competição. Neste ano, o mascote é um pirarucu, um dos maiores peixes de águas fluviais. O animal foi escolhido por representar a força e a resistência da cultura paraense. A escolha também chama a atenção para o risco de extinção que a espécie corre por causa da pesca predatória.

Emoções

O primeiro jogo do Parazão Banpará 2022 será nesta quarta-feira (26), com o time do Paysandu, campeão da última competição, enfrentando o Bragantino; a Tuna Luso, vice-campeã de 2021, jogará com o Águia de Marabá, fora de Belém, enquanto as equipes do Itupiranga e do Caeté farão o terceiro jogo.

“Sem dúvida, nos últimos anos o Castanhal tem conquistado as suas qualificações e iremos brigar por esse objetivo, já que é uma competição bastante disputada. Tenho certeza que o Castanhal vai chegar à final da competição”, disse Hélio Júnior, presidente do Castanhal. 

Texto: Bianca Rodrigues - Ascom/Seel

Por Governo do Pará (SECOM)