Famílias de Baião atingidas pelas enchentes já recebem cestas de alimentos do governo do Estado

Em ato administrativo no município, o governador Helder Barbalho sobrevoou a área rural de Baião, onde está elevado o nível do Rio Tocantins

26/01/2022 20h08 - Atualizada em 26/01/2022 21h26

Governador Helder Barbalho durante o sobrevoo em Baião, após iniciar a entrega de cestas de alimentos a famílias do municípioFamílias do município de Baião, na região do Baixo Tocantins, atingidas pelas enchentes no Sudeste do Pará, também já recebem cestas com alimentos. Nesta quarta-feira (26), o governador Helder Barbalho começou a entregar, em ato simbólico, os alimentos aos moradores, de um total de mil cestas destinadas à população de Baião. Em seguida, o governador sobrevoou a zona rural do município, onde estão as áreas atingidas pela elevação do nível do Rio Tocantins.

"As áreas ribeirinhas, as comunidades e as ilhas que compõem a região de Baião estão sendo atingidas pelas águas, o que traz sofrimento a muitas famílias. Imediatamente, a prefeitura solicitou apoio ao governo do Estado, e hoje estamos aqui entregando mil cestas com alimentos, por meio da Defesa Civil e do Corpo de Bombeiros, para que possamos fazer com que essas famílias possam superar esse momento de dificuldade, diminuindo a dor e as perdas. O governo está aqui, ao lado da prefeitura, para colaborar com a população de Baião", garantiu Helder Barbalho.

Agradecimento - No ato simbólico no ginásio municipal, 20 moradores receberam os alimentos. Entre as famílias já beneficiadas está a da pescadora Maria do Livramento Carmo de Oliveira. Segundo ela, a água tomou conta das rotas de acesso à comunidade onde vive. "Eu moro na comunidade do Quilombo do Engenho. Nós só estamos conseguindo chegar e sair do local de canoa. Estou muito agradecida por essa ajuda de hoje", disse a pescadora.

Após a entrega dos alimentos, Helder Barbalho foi ao depósito municipal, onde estão os mantimentos que serão entregues aos outros moradores, e fez o sobrevoo de helicóptero. De acordo com a prefeitura, as enchentes atingem comunidades rurais, distantes da sede municipal.

O prefeito de Baião, Lourival Menezes Filho, externou seu reconhecimento à iniciativa do Estado de apoiar as famílias. "A gente é muito grato à ação do governo do Estado, juntamente com os municípios vizinhos, nesse momento de crise em que o município se encontra devido à cheia do Rio Tocantins. Baião foi impactado gravemente. Nós decretamos estado de emergência, e o Estado nos acudiu", afirmou o gestor municipal.

Por Ronan Frias (COHAB)