Escola de Governança vai capacitar servidores do Igeprev sobre previdência estadual

A meta é adequar o atendimento oferecido pelo Instituto à nova legislação, a fim de acelerar o trâmite dos processos

29/03/2022 14h15 - Atualizada em 29/03/2022 20h31

A Escola de Governança Pública do Estado do Pará (EGPA) e o Instituto de Gestão Previdenciária (Igeprev) firmaram acordo para realização do curso “Novos rumos da previdência social no Estado do Pará”, com o objetivo de capacitar 120 servidores da instituição, na tarde da última segunda-feira (28).

“O tema da capacitação é atual e relevante e, com certeza, tornará o servidor público mais preparado para lidar com os processos e fazer uma entrega mais eficiente para a máquina pública”, destacou a diretora interina da EGPA, Elisangela Jorge, durante a assinatura do documento. 

Em 2019 e 2020, a legislação do Regime Próprio de Previdência do Estado passou por diversas mudanças, com reflexos diretos na análise e concessão de benefícios previdenciários para todos os servidores do Pará. Além disso, o Igeprev registrou significativa alteração em seu quadro funcional, fruto da admissão de servidores efetivos aprovados no Concurso C-184 e de servidores temporários aprovados no Processo Seletivo Simplificado - PSS nº 001/2020 e 001/2021, necessitando qualificar esses servidores para a manutenção das atividades adequadas à legislação vigente.Gestores da Escola de Governança e do Igeprev após a celebração da parceria

O curso será realizado presencialmente, com três turmas, e iniciará no dia 25 de abril, divido em sete módulos: Proteção Social: saúde, seguridade social e previdência social; Regime próprio de previdência social do Estado; Contribuição previdenciária; Aposentadoria; Abono de permanência; Pensão por morte ou ausência, e Auxílio funeral.

Para Ana Rita Dopazo, procuradora-chefe do Instituto, o curso é esperado pelos servidores e trará benefícios ao trabalho realizado pelo Igeprev. “Buscamos, cada vez mais, eficiência na gestão dos nossos processos administrativos. O segurado é sempre o nosso foco principal”, afirmou.

Por Isabela Quirino (EGPA)