Órgãos de segurança intensificam fiscalização contra veículo irregular

Neste final de semana, houve a remoção de cerca de 30 veículos, a maioria motocicletas, com registro de roubo no Detran

23/05/2022 15h45 - Atualizada em 23/05/2022 16h45

Agente apreende moto furtada, em AltamiraA Operação Segurança por Todo o Pará continua combatendo a criminalidade em todas as regiões do Estado. Um braço forte da operação é a fiscalização no trânsito, de veículos com irregularidades nos municípios paraenses. Neste final de semana, houve a remoção de cerca de 30 veículos, a maioria motocicletas, com registro de roubo no sistema do Departamento de Trânsito do Estado (Detran).

Na região do Lago de Tucuruí, a fiscalização realizada em Tailândia abordou 116 veículos. Destes, 60 foram retidos por alguma irregularidade, 26 removidos ao parque do Detran e dois apresentados à Delegacia de Polícia, por registro de roubo. Em uma dos casos, a condutora não tinha documentos pessoais nem habilitação. O chassi estava cortado com a numeração adulterada e, após análise dos peritos, foi constatado que se tratava de um carro roubado.

Já em Altamira, a terceira fase da Operação Xingu registrou 30 infrações em dois dias. Uma moto foi flagrada com registro de roubo e outras seis removidas, mas o proprietário alegou não ser o dono do veículo. Em Salinópolis um veículo roubado foi flagrado pela Central de Operações – Sentinela trafegando na PA-124. Após o flagrante, o carro foi interceptado pelos agentes de fiscalização e levado para a delegacia do município.Em Salinas, este carro havia sido roubado

“As operações regionais estão aumentando a presença das forças de segurança nos municípios para coibir irregularidades no trânsito que coloquem a vida da população em risco ou que sirvam de suporte para outros crimes”, afirma o coordenador de fiscalização e operações do Detran, Ivan Feitosa.

Coordenado pela Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), o Segurança por Todo o Pará, é realizado em conjunto pelo Detran, Polícia Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Polícia Científica e órgãos municipais de trânsito.

Por Leidemar Oliveira (DETRAN)