Santa Casa homenageia mães lactantes e quer ampliar doação

Semana Estadual de Doação de Leite Materno busca ampliar a captação da doação de leite humano  

23/05/2022 16h13 - Atualizada em 23/05/2022 16h27

Bombeiro cadastra mãe para doação de leite materno em campanha promovida em shopping, em Belém A Semana Estadual de Doação de Leite Materno é uma campanha para o incentivo à doação de leite materno para os Bancos de Leites Humanos, coordenada pela Secretaria Estadual de Saúde (Sespa), Fundação Santa Casa de Misericórdia (FSCMP) e pelo Corpo de Bombeiros do Pará, por meio do projeto Bombeiros da Vida.

Pensando em garantir um momento especial de sensibilização da sociedade para a importância da doação de leite humano, assim como, uma iniciativa a mais para a proteção e a promoção do aleitamento materno, a equipe do Banco de leite levou durante o último sábado, 21, uma ampla programação ao Shopping Bosque Grão Pará em Belém.

Equipes da Santa Casa, dos Bombeiros e da Sespa são parceiras em campanha à doação de leite maternoDurante todo o horário de funcionamento do shopping aconteceram demonstrações sobre Práticas de Aleitamento Materno, Captação e Doação de Leite Humano e orientações para a amamentação em situações especiais, além do repasse de informações sobre a proteção legal da amamentação. 

Cynara Souza, coordenadora do Banco de Leite da Fundação Santa Casa, ressalta que desenvolver ações de promoção à amamentação dentro de um shopping center é fundamental para convocar a sociedade a participar desta campanha.

“Aqui é um espaço para se esclarecer e tirar dúvidas sobre a amamentação, doação de leite humano,  lei municipal de proteção legal do aleitamento materno e saúde mental materna. É um espaço aberto e livre, preparado para atender as mães que se sentem inseguras sobre a amamentação e a doação de leite humano.” 

Integrante da Rede Internacional de Ação de Alimentos para Bebês, IBFAN -sessão Pará,  Eunice Begot explica que participar desse evento juntamente com a Secretaria Estadual de Saúde (Sespa),  a Fundação Santa Casa  e Corpo de Bombeiros do Pará, por meio do projeto Bombeiros da Vida, é uma oportunidade única de mexer com todos os segmentos da sociedade sobre a importância da amamentação e do ato de doar o excedente de leite: 

“Toda mulher precisa ter o apoio, a promoção e a proteção do aleitamento materno, que beneficia tanto a saúde da mulher quanto a da criança.  Por isso, é uma alegria imensa estar aqui junto com toda a equipe da Santa Casa divulgando esse trabalho”, destaca a nutricionista do IBFAN -sessão Pará

Durante a programação, foi realizado também, cadastro de doadoras e distribuição de kits de doação de leite materno. Material educativo para o manejo da lactação, doação de leite humano e administração de dieta do recém-nascido.

Motivada por esta consciência social, a museóloga Maíra acompanhada do esposo e de Gael, de 5 meses, decidiu aderir à campanha e se cadastrar para ser doadora de leite.Mãe se informa sobre campanha em shopping

“Estou amamentando o Gael há 5 meses e eu vejo o quanto faz diferença no desenvolvimento dele, então hoje a gente decidiu dividir um pouquinho, né? Já que tem bastante, vamos garantir a oportunidade de uma nutrição natural para os bebês que estão internados e necessitam desse alimento para sobreviver”, ressalta a mãe.

Devido à sua composição nutricional balanceada, o leite humano  é considerado um alimento completo e suficiente, inclusive em água, para atender as necessidades nutricionais da criança durante os seis primeiros meses de vida, contribuindo para a redução de riscos como infecções, desnutrição, ganho excessivo de peso, alergia alimentar e desenvolvimento de doenças crônicas, conforme destaca a nutricionista e participante da coordenação do BLH da Santa Casa, Vanda Marvão.

Para o presidente da Fundação Santa Casa de Misericórdia do Pará, Bruno Carmona, a instituição possui um papel social fundamental nesta campanha a favor da amamentação,  por ser a maior maternidade do Estado do Pará e uma das maiores do Brasil e da América Latina, com atendimento 100% público.

“A equipe do Banco de Leite Humano da Santa Casa realiza muitas ações para que possamos conseguir captar leite suficiente para atender os recém-nascidos cujas mães, por qualquer motivo, não estão podendo ofertar seu próprio leite. E por se tratar de um processo 100% voluntariado, é extremamente importante o envolvimento de toda a sociedade, e cabe a nós, como instituição, sensibilizar a população, pois existe uma quantidade significativa de lactentes nessa condição”, enfatiza Bruno Carmona.

Como se tornar uma doadora?

Toda mulher que amamenta é uma possível doadora de leite humano e cada pote de leite materno humano coletado pode ajudar até 10 recém-nascidos por dia. Para doar, basta ser saudável e não estar usando nenhum medicamento que interfira na amamentação. 

As interessadas podem entrar em contato com o Banco de Leite da Santa Casa, a equipe fará uma breve entrevista e, estando apta para ser doadora, o Projeto Bombeiros da Vida vai até a residência e ensina como fazer a ordenha e armazenamento, desde que resida na região metropolitana de Belém

O cadastro é feito de modo virtual, pela internet ou telefone e a doadora não precisa sair de casa ou se deslocar em nenhum momento.

O contato pode ser feito através dos telefones: 4009.2311 /4009.2212 / 4009.0375, também, pelo WhatsApp (91) 98899.6326 e pelo site: www.santacasa.pa.gov.br/cadastro-banco-de-leite/ ou e-mail: projetobombeirosdavida@hotmail.com.

Texto de Rafaela Soeiro (Ascom FSCMP)

Por Governo do Pará (SECOM)