Detran encerra Operação Tiradentes sem registro de acidentes graves

22/04/2015 17h06

O Departamento de Trânsito do Estado (Detran) encerrou sem registro de acidentes graves, na última terça-feira (21), as ações de segurança viária desenvolvidas durante a operação Tiradentes. “Em toda a área de atuação de nossos agentes de fiscalização de trânsito não registramos nenhum acidente com vítima. Podemos concluir que o saldo da operação foi bastante positivo”, afirmou o diretor Técnico e Operacional da instituição, Valter Aragão.

Segundo Aragão, a explicação para a baixa nos números se deve à presença ostensiva das forças de segurança do Estado nas localidades mais procuradas pelo cidadão. “É notório que a presença do agente nas vias públicas gera uma reação preventiva, pois inibe comportamentos inadequados do condutor”, analisa.

O Detran intensificou a presença dos agentes de trânsito nos municípios de Salinópolis, Bragança, Soure e Marapanim, e no distrito de Mosqueiro, localidades de maior movimento durante o feriado. Mesmo com a presença maciça dos agentes, alguns condutores insistiram em burlar a lei.

Segundo a Diretoria Técnica e Operacional do Detran, no topo das infrações mais recorrentes em Salinópolis e no distrito de Mosqueiro está a direção sem habilitação, que, de acordo com o Artigo 162 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), é tipificada como gravíssima. Em Soure e Bragança, a infração mais cometida pelos condutores foi dirigir sem capacete. Já em Marapanim, os agentes preencheram muitos autos de infrações de veículos com o licenciamento em atraso.

“Além de condutores sem habilitação, a falta do uso do capacete e do licenciamento em atraso, também registramos condutores dirigindo com a habilitação vencida e sem o uso do cinto de segurança, um equipamento essencial, que não pode ser esquecido jamais. Imagine, também, quem dirige sem estar habilitado e sem nunca ter passado por um Centro de Formação. Essas pessoas provavelmente desconhecem as sinalizações mais básicas, com grande risco de se envolverem em acidentes graves”, disse Valter Aragão.

O Detran encerrou a ação com um total de 1.179 veículos abordados, com 299 autuações diversas, como dirigir veículos sem o uso da capacete e sem o cinto de segurança, pessoas não habilitadas, documentação vencida, entre outras. Não houve flagrante de crime por dirigir sob efeito de bebida alcoólica.

Educação – Vinte agentes da Coordenadoria de Educação de Trânsito fizeram, durante todo o feriado prolongado, abordagens educativas em Salinas e Mosqueiro. As ações educativas visam alertar condutores, motociclistas, ciclistas e pedestres sobre o uso dos acessórios de segurança, o respeito ao espaço público, os direitos dos pedestres e conscientizar a todos sobre o cumprimento das regras de trânsito, a fim de contribuir para um trânsito mais humano e mais seguro.

No município de Salinópolis, agentes de educação ministraram uma palestra, no Colégio Municipal Cecília de Nazaré, com a participação de 200 pessoas, entre alunos e membros da comunidade. Também houve ações em frente ao mercado municipal, do Corpo de Bombeiros, na rampa de entrada à Praia do Atalaia e na barreira da Polícia Rodoviária Estadual (PRE) na PA-124.

Durante as ações foram distribuídos panfletos e folderes com dicas e orientações. As ações foram concentradas, na parte da manhã, nas praias e vias de acessos aos balneários. Durante toda a operação 510 veículos foram abordados.

Por Redação - Agência PA (SECOM)