Reunião na Alepa discute biometria e formação de condutores de veículos

17/04/2015 10h54

“Pará em favor da Vida – Pacto Estadual: educação, conscientização e mobilização para a redução de acidentes de trânsito” foi o tema central de uma audiência pública realizada na tarde desta quinta-feira, 16, no auditório da Assembléia Legislativa do Estado (Alepa), com a presença de representantes de entidades e autoridades ligadas à área. A sessão foi requerida pelo deputado Lélio Costa (PC do B) e teve a participação do diretor geral do Departamento de Trânsito do Estado (Detran), Nilton Jorge Barreto Atayde.

“O Detran é um órgão fundamental, porque regula e normatiza o trânsito no Pará, mas é preciso fazer alguns ajustes no processo de habilitação de novos motoristas”, avaliou o deputado. “O Poder Legislativo vai atuar nesta audiência como mediador entre o Detran e os profissionais da área, para que tenhamos a garantia de que os motoristas habilitados cumpram realmente todos os critérios legais para termos um trânsito mais seguro”, acrescentou o parlamentar. As decisões tomadas durante a audiência pública serão incluídas em um documento que será encaminhado ao Governo do Estado. “A Assembleia Legislativa vai dar essa contribuição e vamos acompanhar todos os desdobramentos”, ressaltou o deputado.

De acordo com o Sindicato dos Centros de Formação de Condutores, em todo o Pará há 228 autoescolas em funcionamento. A implantação da biometria (identificação digital) para controle das horas-aulas dos candidatos a novos condutores é uma das principais reivindicações.

O diretor geral do Detran, Nilton Atayde, disse que a nova gestão do órgão pretende implementar mudanças importantes, como a emissão de novos boletos pela internet, agendamento de serviços no call center, expedição mais rápida da carteira de motorista, modernização dos processos com o uso da biometria e a expansão do autoatendimento. “A ideia é tornar mais rápida e eficiente a prestação de todos os serviços, reduzir o tempo-resposta do órgão diante das demandas dos usuários, descentralizar o atendimento excessivamente concentrado na sede da rodovia Augusto Montenegro e melhorar o atendimento feito em todo o Estado”.

Atayde anunciou que, até o final do ano, a biometria já será uma realidade no Estado. “O certame licitatório do processo de coleta biométrica de dados para emissão de documentos já foi concluído. O processo final para contratação do sistema informatizado, necessário para que a coleta biométrica funcione de forma plena, interligando as informações entre os centros de formação de condutores, clinicas médicas credenciadas e o Detran, está em fase de publicação de edital”, disse. O diretor destacou, ainda, que “as melhorias também dependem de parcerias com os centros de formação de condutores e a comunidade. “Por isso, esta audiência pública é fundamental para a troca de experiências e os ajustes necessários”, frisou.

Outra novidade anunciada pelo diretor geral foi o projeto para a implantação de um novo parque de exames do Detran. “Nossa equipe técnica está em campo, com o objetivo de verificar uma área adequada, na Região Metropolitana de Belém, para a instalação de um parque que ofereça as condições ideiais, com pistas, sinalização e simuladores para a realização dos exames práticos de direção destinado aos cidadãos quem pretendem tirar a carteira de motorista”, disse.

<
Por Redação - Agência PA (SECOM)