Apresentação do espetáculo 'Árvores que Tocam' reúne mais de 600 moradores em Marituba

Peça integra a XVIII edição do Festival de Ópera do Theatro da Paz e foi exibida em mais uma ação do programa TerPaz

17/11/2019 09h51 - Atualizada em 17/11/2019 12h23
Por Paulo Garcia (SEAC)

Obra teatral "Árvores que Tocam" leva uma mensagem sobre a natureza para o públicoNazaré Grazielle foi uma das primeiras a chegar no Ginásio da Escola Dom Calábria, no bairro Nova União, em Marituba, na tarde deste sábado (16). Acompanhada da filha Graziela, de 7 anos, ela garantiu um lugar bem próximo ao palco para assistir o musical "Árvores que Tocam", espetáculo que integra a XVIII edição do Festival de Ópera do Theatro da Paz.

"É a primeira vez que assisto a uma ópera, estou muito feliz em trazer minha filha para assistir também, porque, na maioria das vezes não temos tempo e nem acesso a projetos como esse", contou Nazaré, moradora do bairro. Na arquibancada, a estudante Jully Esley, de 12 anos, também estava ansiosa aguardando o espetáculo. "Estou achando muito interessante tudo isso, nunca assisti a uma ópera e está tudo lindo", contou a aluna.

A apresentação da peça para a comunidade faz parte do programa Territórios pela Paz (TerPaz), do governo do Estado, coordenado pela Secretaria de Articulação da Cidadania (Seac) e realizado pela Secretaria de Estado de Cultura (Secult).

A resposta do público foi positiva. Segundo a direção da escola, mais de 600 pessoas assistiram ao espetáculo no ginásio da unidade de ensino. "É muito gratificante trazer eventos como esse para o nosso bairro, já que aqui não temos muitas atividades que fomentem a cultura e como vocês podem ver conseguimos mobilizar muitas pessoas", comemorou a diretora da escola Socorro Bandeira.

Adriano Barroso, coordenador do TerPaz na Secult, destacou a aproximação dos artistas com a comunidadePara o coordenador do TerPaz na Secult, Adriano Barroso, a ação é uma forma de descentralizar a cultura no Estado. "Com o projeto, a gente conseguiu chegar muito mais próximo das comunidades, como aqui na Nova União. Esse momento é de extrema felicidade para todo mundo, tanto para o artista, que se aproxima do seu público, quanto para a comunidade que estava desassistida", avaliou Adriano.

O secretário de Segurança Pública e Mobilidade Urbana de Marituba, Ádamo da Silva, elogiou a ação promovida pelo estado. "Nós estamos dando acesso à comunidade de prestigiar um grande espetáculo musical, é um marco histórico para Marituba. Que esse tipo de evento seja cada vez mais ampliado", comentou o secretário.

Para o músico Edson Patrick, que é morador de Marituba, foi uma oportunidade de se apresentar e mostrar o seu trabalho para a própria comunidade. "Trazer esse espetáculo para a minha cidade foi incrível, vai inspirar muita gente, assim como aconteceu comigo que hoje estou aqui fazendo parte desse grande evento".