Em julho, quase 50 mil usuários passaram pelo Terminal Hidroviário de Belém

Por conta da Covid-19, CPH adotou medidas de prevenção para garantir a segurança dos passageiros

04/08/2020 10h46 - Atualizada em 04/08/2020 11h11
Por Bruno Magno (CPH)

Companhia de Portos e Hidrovias registra média de 1.610 passageiros por dia no Terminal de BelémMunicípios do arquipélago do Marajó foram os destinos mais procurados pelos usuários que viajaram via Terminal Hidroviário de Belém (THB), em julho. Mesmo diante da pandemia, foram registrados 49.916 passageiros, segundo balanço da Companhia de Portos e Hidrovias do Pará (CPH), divulgado nesta terça-feira (4).

"Este ano, devido a pandemia, foi natural a queda do número de usuários. Percebemos que só viajaram aquelas pessoas que foram para lugares onde as praias já estavam liberadas, mas com restrições. Então, muitas pessoas resolveram ficar em casa mesmo neste período. Importante ressaltar que seguimos todos os protocolos de saúde para oferecer conforto e segurança aos nossos usuários nesta época de pandemia", observa Abraão Benassuly, presidente da CPH. 

O Terminal de Belém realizou 468 viagens, sendo 237 embarques e 231 desembarques, com total de 49.916 passageiros, o que representa uma média de 1.610 passageiros por dia. Apesar da retomada lenta do movimento, os números deste ano apontam queda de aproximadamente 52% em relação a julho de 2019, quando o terminal registrou 103.100 passageiros.

Assim como no ano passado, os destinos mais procurados pelos usuários que passaram pelo THB foram o porto Camará, além de Salvaterra, Soure, Cachoeira do Arari e Ponta de Pedras, todos no Marajó.

Medidas de prevenção à Covid-19 foram adotadas no Terminal Hidroviário de Belém

Medidas - Para garantir uma boa viagem, agentes e fiscais da CPH prestaram auxílio aos usuários do Terminal Hidroviário de Belém durante todos os dias da semana em julho, nos turnos da manhã e tarde. Os servidores circularam pelos corredores principalmente nos horários de embarque e desembarque de passageiros, esclarecendo dúvidas e orientando sobre questões de segurança em relação à Covid-19. 

Como medida preventiva, desde o início da pandemia, a Companhia disponibilizou álcool em gel para os usuários próximos aos guichês, banheiros, guarda-volume e caixa eletrônico. Todos os usuários que chegaram ou partiam via Terminal passaram por aferição de temperatura e foram orientados por técnicos em saúde da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) sobre a doença. 

O terminal passou por medidas de desinfecção antes da reabertura após o lockdown. Além disso, foram afixados cartazes sobre dicas de prevenção à Covid-19 e o sistema de som orientou, minuto a minuto, para que os passageiros cumprissem o distanciamento de  segurança e utilizassem máscaras.