Outubro rosa motiva grupo de doadoras à causa da doação de sangue em Marabá

26/10/2020 12h35 - Atualizada em 26/10/2020 12h38
Por Anna Cristina Campos (HEMOPA)

Ainda no clima de ‘Outubro Rosa’, um grupo de mulheres chegou ao Hemocentro Regional de Marabá, todas vestidas a caráter para despertar a atenção para dois assuntos muito relevantes para a saúde da população. “A gente quer levantar dois pontos: a doação de sangue e a conscientização do auto-exame. Pois a prevenção e o diagnóstico precoce são determinantes para chegar à cura”, ressaltou  Bianca Tida, empresária e mobilizadora de voluntários à doação. 

Bianca conta que já era doadora de sangue, desde que enfrentou problemas de saúde com a filha, Clarissa de 4 anos. Em 2018, a menina foi diagnosticada com leucemia e precisou de transfusões durante o tratamento. “Perdi as contas de quantas bolsas a minha filha precisou tomar. Mas pra mim, após este acontecimento, ficou muito mais claro a importância deste ato de solidariedade”. 

Em média 800 bolsas/mês, saem do estoque de hemocomponentes da Fundação Hemopa para atendimento a pacientes que lutam contra o câncer. A necessidade é diária, não apenas para os hospitais oncológicos, mas também para os de referência de urgência e emergência, traumas, maternidades, entre outros que fazem parte das cerca de 200 unidades de saúde, particulares e públicas, que recebem as bolsas da Fundação. 

No município de Marabá, o Hemocentro Regional é responsável pelo abastecimento de 31 hospitais da região sudeste do Pará. E as campanhas de grupos de pessoas, empresas, times esportivos são essenciais para manter o estoque sempre abastecido para o atendimento transfusional que é ininterrupto. 

Critérios da doação

Para doar o voluntário deve ter entre 16 e 69 anos (menores de idade devem estar acompanhados do responsável legal), ter mais de 50 kg, estar em boa condições de saúde e apresentar um documento de identificação oficial, original e com foto (RG, CNH, Passaporte ou Carteira de Trabalho).

Quem teve Covid-19 deve esperar 30 dias após a cura para doar. E quem teve contato com pessoas que tiveram Covid-19, deve esperar 14 dias após o contato.

O Hemocentro de Marabá fica na Rodovia Transamazônica, Quadra 12, S/N (Agrópoli do INCRA). O atendimento é de segunda a sexta, das 7h às 12h30. Contato: (94) 3312-9150.