Estado e Caixa Econômica garantem recursos para levar água de qualidade a escolas rurais

Por meio da Seaster, que coordenará as obras, serão construídas cisternas a escolas de 49 municípios paraenses

08/01/2021 18h49 - Atualizada em 08/01/2021 20h02

O acesso à água de qualidade é essencial para a manutenção da vida. A Organização das Nações Unidas (ONU), por meio dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), orienta que todos os países e partes interessadas devem assegurar a gestão sustentável da água e do saneamento, a fim de garantir esse direito universal.

Ao priorizar essa diretriz humanitária, o Governo do Pará, por meio da Secretaria de Estado de Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda (Seaster), assinou contrato de repasse de R$ 23.972.000,00 na manhã desta sexta-feira (8), na sede da Caixa Econômica Federal, em Belém. O valor do recurso, oriundo do Ministério da Cidadania, possibilitará a construção de cisternas para garantir água em escolas públicas rurais de 49 municípios paraenses. O documento foi assinado pelo titular da Seaster, Inocencio Gasparim; pela gerente de Governo da Caixa no Pará, Josiane Araújo, e pela supervisora Ludmilla Mattos dos Santos.O secretário Inocencio Gasparim (d) na assinatura do contrato com a Caixa Econômica Federal

Segurança hídrica - A iniciativa prevê que o sistema de captação e armazenamento de água proporcione melhores condições ao ensino e à aprendizagem de crianças e adolescentes de áreas rurais, além de ampliar a segurança hídrica, alimentar e nutricional da comunidade.

“A equipe da Seaster está realizando um trabalho muito importante de captação de recursos, para iniciar o processo de melhoria da água potável nessas escolas. Todos nós sabemos dos problemas que são enfrentados diariamente. Nós estamos executando um trabalho articulado com o Ministério da Cidadania, que está sendo representado pela Caixa Econômica. Vamos implantar mais de 820 cisternas em escolas de 49 municípios do Estado. Essa é uma primeira etapa, e vamos continuar trabalhando para que esse projeto avance para outras cidades do Pará”, informou o secretário de Estado de Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda, Inocencio Gasparim.Inocencio Gasparim (c), a gerente de Governo da Caixa no Pará, Josiane Araújo e equipe técnica

Água acessível - Para a diretora de Segurança Alimentar e Nutricional da Seaster, Nazaré Costa, é fundamental que o cardápio dos alunos esteja acompanhado por uma água acessível e de qualidade. “Um dos eixos da segurança alimentar é a garantia de uma alimentação saudável com quantidade necessária, além da água de qualidade, que é uma problemática séria na Região Norte. Nós temos grandes rios e bacias, mas precisamos também promover o acesso. A geografia do Pará é extensa, e grande parte das escolas rurais tem dificuldade de acesso à água. Não queremos levar somente o alimento; queremos levar também a água para esses alunos, que é um bem imprescindível nas nossas vidas”, acentuou.

A equipe técnica da Seaster estará à frente da execução do projeto, que conta com o acompanhamento da Caixa Econômica Federal. “O próximo passo será dialogar com os municípios, para realizarmos a implantação desses equipamentos de forma célere e simples, fazendo a água chegar de forma rápida e eficaz aos estudantes dessas localidades”, reiterou o secretário.

Por Rodrigo Souza (SEASTER)