Livro sobre o trabalho infantil é entregue pela Ioepa

Obra é voltada para professores, educadores, pais e ao público em geral

20/01/2021 08h02 - Atualizada em 20/01/2021 11h30

Destinado a professores, educadores, pais e ao público em geral interessados na questão do trabalho infantil, o livro “Trabalho infantil: uma análise do discurso de crianças e de adolescentes da Amazônia paraense em condição de trabalho”, da professora e pesquisadora Ana Paula Vieira e Souza foi entregue à autora na terça-feira (19), na Imprensa Oficial do Estado Pará (Ioepa), pela Editora Pública Dalcídio Jurandir.

Ana Paula Vieira e Souza é doutora em Educação, na linha de políticas públicas educacionais. A pesquisadora e professora da Universidade Federal do Pará (UFPA) afirmou que o livro é resultado da tese de doutoramento defendida por ela em 2014, na UFPA.

“O livro se destina a um público amplo, desde professores da rede básica de educação até o ensino superior e para as famílias. O principal aspecto abordado na pesquisa é como o trabalho infantil é um fenômeno social que nega o direito de crianças e adolescentes a viverem plenamente a sua infância. O trabalho infantil ‘rouba’ a infância de crianças e adolescente, tirando-lhes a oportunidade e o direito de estudar, brincar e viver plenamente esse período tão importante da vida”, opinou a autora.

O coordenador da Editora Pública Dalcídio Jurandir, Moisés Alves, explicou que o livro faz parte da linha editorial de parcerias interinstitucionais e produções científicas, mantida pela Ioepa.

“Para nós, da Ioepa, é uma satisfação entregar esse livro. Vamos disponibilizar o estande da Imprensa Oficial do Estado para o lançamento dessa obra, na Feira Pan-Amazônica do Livro e das Multivozes deste ano”, disse. E complementou: “A editora pública fez todo o trabalho de editoração, que compreende projeto gráfico e a impressão de 300 exemplares do livro”.

Segundo Moisés, a Editora Pública Dalcídio Jurandir irá lançar ainda este ano seis obras em parceria com o Centro de Educação da Universidade do Estado do Pará (Uepa), a partir do Edital da Uepa de publicações científicas.

Por Ailson Braga (IOE)