Primeiro paciente de Covid-19 recebe alta no Hospital Regional de Castanhal

A unidade de saúde entregue pelo governo do Estado reforça o atendimento na Região Metropolitana e Nordeste do Pará

04/03/2021 21h55 - Atualizada em 05/03/2021 00h20
Por Roberta Vilanova (SESPA)

O bacharel em Direito José Horácio Coelho Albuquerque, 38 anos, foi o primeiro paciente a ser internado e a receber alta no Hospital Regional de Castanhal (HRC). Ele mora no município de Santa Izabel do Pará, também na Região Metropolitana de Belém, e deixou o hospital nesta quinta-feira (4), após cinco dias de internação em leito clínico.

José Horácio disse que a estrutura disponibilizada pelo governo do Estado no Hospital Regional de Castanhal é de alta qualidade, e ressaltou o empenho de todas as equipes em proporcionar um tratamento humanizado, o que ajuda no processo de recuperação do paciente. “Saio depois de cinco dias internado com a minha saúde restabelecida e com um sentimento de gratidão a Deus, à minha família, aos amigos e ao Estado por ter aberto este hospital, que tanto vai poder fazer por todos que lá estão”, declarou.Após cinco dias de internação, José Horácio Coelho Albuquerque venceu a Covid e já está em casa

Para o secretário de Estado de Saúde Pública, Rômulo Rodovalho, a saída de José Horácio do HRC é um resultado gratificante para todos que atuam na saúde pública. “Demonstra que todos os nossos esforços para disponibilizar atendimento à população, em todos os níveis de atenção, são fundamentais para salvar vidas e superarmos a pandemia de Covid-19”, ressaltou.

Estrutura - O HRC, que foi reaberto no dia 26 de fevereiro pelo governo do Estado, conta com 10 leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e 15 leitos clínicos. Até o próximo domingo (7) deverá dobrar esse número com mais 10 leitos de UTI e 15 clínicos, passando a contar com 50 leitos. A taxa de ocupação atual da unidade já chega a 88%.

Rômulo Rodovalho disse, ainda, que a reabertura do HRC faz parte das estratégias do Estado, via Sespa, para atuação de forma preventiva, disponibilizando mais leitos para pacientes acometidos pela Covid-19. “Se houver necessidade, nós já estamos com a retaguarda toda preparada para o atendimento de pacientes nas regiões Nordeste e Metropolitana, caso o hospital de campanha da capital atinja sua capacidade máxima de 420 leitos”, adiantou o titular da Sespa.

A reabertura do Hospital contou com a presença do governador Helder Barbalho, que juntamente com gestores da Sespa realizou uma visita técnica às dependências da unidade de saúde da rede pública estadual. "Esse incremento de leitos faz parte da estratégia para garantir atendimento hospitalar aos pacientes com Covid-19 nas regiões Nordeste e Metropolitana”, enfatizou o governador, na ocasião.

Referência – Contando com uma área de 28 mil metros quadrados, a proposta é que o HRC comece os atendimentos nas áreas de Oncologia e Ortopedia ainda neste semestre. A unidade realizará cirurgias de alta complexidade e terá capacidade para 650 internações mensais, além de cinco mil diagnósticos e 11 mil consultas nas duas especialidades, para pacientes de Castanhal e de 20 municípios da região Nordeste.

O diretor do HRC, Pedro Anaisse, disse que o atendimento oncológico será completo, incluindo radioterapia e quimioterapia.  “Nossa expectativa é que ele atenda a um número considerável de pacientes de câncer, que não precisarão mais sair da sua região para ter acesso a esse tipo de tratamento", garantiu o gestor.

Serviço: O Hospital Regional de Castanhal não funciona no regime de porta aberta. Todos os pacientes precisam ser encaminhados pelo Sistema de Regulação Estadual.