Cosanpa instala novos conjuntos de bombas no Complexo Bolonha

Investimento vai reforçar e melhorar o sistema de abastecimento de água na Região Metropolitana de Belém

02/04/2021 09h52 - Atualizada em 02/04/2021 10h29

Foram instalados os dois novos conjuntos de bombas na Estação de Água Bruta (EAB) do Complexo Bolonha, em Belém, na última quinta-feira (1º). Os equipamentos foram adquiridos com recursos do governo do Estado, por meio da Companhia de Saneamento do Pará (Cosanpa), para reforçar e melhorar o sistema de abastecimento de água na Região Metropolitana de Belém.

Desde 2002, essa estação do Complexo não recebia investimentos em novos equipamentos. Ao todo, cerca de R$ 1,2 milhão foram aplicados na compra dos novos conjuntos de bombas.

"Após 20 anos, este é um dia de muito alegria, pois estamos recebendo novos equipamentos na captação de água bruta do Bolonha. Esses equipamentos representam continuidade e qualidade de água para a população. O Governo do Pará nos entregou equipamentos que irão reforçar e melhorar a qualidade do trabalho tanto dos funcionários da Companhia, quanto para o serviço oferecido à população", ressaltou Wandercley Nascimento, gestor de eletromecânica da Cosanpa.

A EAB funcionava com seis bombas, sendo cinco em operação e uma reserva, quando o ideal seriam oito bombas, para cinco em operação e três reservas. Agora, a Estação de Água Bruta funciona com 100% de sua capacidade, com oito bombas à disposição. As novas bombas chegaram em Belém no dia 17 de março, após testes de funcionamento, em São Paulo.

"Junto com a nova diretoria, conseguimos equipamentos novos para substituição de estações importantes, como Bolonha, Guamá, Utinga. Para o serviço que prestamos à população, isso é muito importante, porque os sistemas terão mais confiabilidade", explicou José Maria Pinheiro, engenheiro mecânico da Companhia. 

QUALIDADE

Os investimentos refletem diretamente na saúde dos paraenses, proporcionando uma melhora no abastecimento para cerca de milhão de habitantes da RMB, que são atendidos pelo Complexo Bolonha. A unidade abastece, aproximadamente, 65% da população de Belém e Região Metropolitana.

"O governo do Estado e a Cosanpa trabalham para melhorar o abastecimento de água. Essas bombas são responsáveis pela produção de água do Complexo Bolonha. É um investimento alto e, há cerca de 20 anos, não era feito um serviço desse porte por aqui, na área de produção de água. Este é um novo passo na recuperação da Companhia para melhorar o sistema de água não só da RMB, mas de todo o Pará", finalizou Diego Batista, diretor de operações da Cosanpa.

O Complexo Bolonha é responsável pelo fornecimento de água dos bairros: Batista Campos, Jurunas, Guamá, Cremação, Condor, Marco, Souza, Curió-Utinga, São Brás, Fátima, Canudos, Pedreira, Terra Firme, Telégrafo, Sacramenta, Barreiro, Marambaia e Val de Cans, em Belém, e ainda partes dos bairros Coqueiro, Atalaia e Guanabara, e dos Conjuntos Cidade Nova e Guajará, em Ananindeua.

Obras Complexo Bolonha

Além das aquisições, a Cosanpa está executando a segunda fase das obras de recuperação e modernização completa da Estação de Tratamento de Água (ETA) do Complexo Bolonha. Atualmente, mais de 50% dos trabalhos já foram concluídos. A primeira fase dos serviços foi entregue em março de 2020 e a segunda fase está prevista para o final de 2021.

A obra conta com a recuperação estrutural do canal de descarga de lavagens da Estação de Tratamento de Água, recuperação arquitetônica, revisão das áreas hidromecânica e elétrica, renovação e recuperação das bombas, recuperação da urbanização da área externa da ETA; implantação da base de concreto para os novos transformadores de energia, assim como melhorias que envolvem a segurança em torno dos decantadores, e modernização e ampliação da Subsestação Elétrica. Os serviços incluem ainda a implantação de uma Unidade de Tratamento de Resíduos na ETA e a ampliação da Estação Elevatória de Água Tratada.

Por Tayná Horiguchi (COSANPA)