No Dia Nacional da Matemática, professores ressaltam a importância da disciplina no dia a dia das pessoas

A data busca evidenciar o quanto a matemática é essencial, além de prestigiar todos os profissionais que atuam nesta área do conhecimento

06/05/2021 16h41 - Atualizada em 06/05/2021 17h32

Nesta quinta-feira (6), é celebrado o Dia Nacional da Matemática. A comemoração surgiu como forma de homenagear o matemático, escritor e educador brasileiro, Júlio César de Mello, considerado um dos maiores divulgadores da disciplina no Brasil, que nasceu neste mesmo dia, em 1895, na cidade do Rio de Janeiro (RJ). A data em questão também busca reforçar o quanto a Matemática é essencial no dia a dia das pessoas, além de prestigiar todos os profissionais que atuam nesta área do conhecimento.

Somar, subtrair, multiplicar e dividir. A matemática é uma disciplina científica que muitas vezes é difícil de ser entendida, devido à sua complexidade e sua dimensão abstrata. No entanto, as operações aritméticas básicas são conhecidas pela grande maioria da população. Muitos desconhecem as regras fundamentais de cálculo e se deparam com um grande problema, pois sem este conhecimento, é impossível enfrentar as situações da vida cotidiana.

Neste sentido, a Secretaria de Estado de Educação (Seduc) enfatiza a importância da disciplina em todas as fases do processo de ensino-aprendizagem. De acordo com o professor Ricardinho Ribeiro, que leciona matemática na Escola Estadual Profª. Maria da Conceição de Sousa no município de São Francisco do Pará, esta disciplina é fundamental para a vida de qualquer pessoa, porque em tudo que se faz, ela está inclusa e vai para além do que se é trabalhado nos espaços de aprendizagens.

“A matemática está ligada intimamente ao nosso cotidiano, desde o momento em que acordamos, até quando vamos dormir. Seja no instante em que a gente verifica as horas ou verificamos o nosso itinerário, para se ter uma noção da localização e de quanto tempo levamos para chegar a determinado lugar, em tudo isso está presente a disciplina”, explicou o professor.

Vale destacar que, todos os anos, ocorre uma prova que busca testar a capacidade dos alunos de todo o país nesta importante área do conhecimento, a Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP). Em sua 16° edição, esta avaliação faz parte de um projeto nacional, criado em 2005, realizado pelo Instituto de Matemática Pura e Aplicada (IMPA) que, dentre seus principais objetivos, visa estimular o estudo da matemática entre os estudantes brasileiros.

O teste escolar é destinado aos alunos que estão do 6° ano do Ensino Fundamental à 3ª série do Ensino Médio. Este ano, a primeira fase da prova está marcada para ocorrer no dia 30 de junho e a segunda fase está prevista para ser realizada no dia 03 de agosto. É importante frisar que, devido a pandemia do novo coronavírus (Covid-19), a aplicação do concurso ficará sob a responsabilidade das unidades escolares participantes, cuja relação se encontra disponível para consulta no site da OBMEP.

O professor, Ricardinho Ribeiro, também comentou sobre a importância da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas e ainda explicou como é feita a preparação desses estudantes para realizar a prova.

“A OBMEP é tudo aquilo que nós gostaríamos que fosse a realidade dos nossos alunos, porque ela traz em suas questões a contextualização, a relação direta da matemática com o dia a dia e faz com que a gente também seja desafiado a levar isso para dentro da sala de aula. A preparação para a prova é específica, porque primeiro você passa os conceitos, as definições, as regras e, por fim, você vai contextualizar, até porque é recomendável que iniciemos um capítulo falando sobre a aplicação do exame e também dos objetos de conhecimento que vão ser trabalhados no dia a dia”, complementa o educador.

Ex-aluno da Escola Estadual Acácio Felício Sobral, no bairro de Canudos, em Belém, Marcelo Miranda é graduado em Matemática pela Universidade Federal do Pará (UFPA), mestre em Matemática Pura pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e, atualmente, cursa doutorado na mesma área de estudo e também na mesma instituição de ensino.

O especialista afirma que, “o Dia Nacional da Matemática mostra que essa área do conhecimento tem seu valor. É importante celebrar essa data para lembrarmos que esta disciplina é muito mais que uma ciência, é algo presente em nossas vidas e que merece atenção especial não somente pela teoria em si, mas pela sua importância nos mais diversos eventos do nosso cotidiano: desde uma compra na feira à elaboração de modelos que representam diversos fenômenos”, finalizou Marcelo Miranda. 

Texto: Vinícius Leal com a colaboração de Rodrigo Moraes (Ascom/Seduc).

Por Governo do Pará (SECOM)