Moradores de bairros atendidos pelo TerPaz agradecem recebimento de cestas básicas

11/05/2021 16h26 - Atualizada em 11/05/2021 17h58

Maria Valdomira FernandesGratidão. É o sentimento que a senhora Maria Valdomira Fernandes, de 62 anos, sente quando recebe a cesta básica oferecida pelo Governo do Estado. Pela segunda vez, a moradora do bairro da Terra Firme, em Belém, foi contemplada e afirmou ser muito grata pela atenção que recebe. 

“O que eu tinha recebido na primeira vez já estava acabando. Lá em casa dura bastante tempo, mas já acabou meu feijão, meu açúcar e meu café e como já recebi hoje, fico mais aliviada. Agradeço todos vocês por fazerem isso por nós e que o governador possa nos ajudar sempre”, disse a dona de casa. 

Somente nesta terça-feira (11), 300 cestas básicas foram entregues às famílias residentes nos bairros da Terra Firme e Cabanagem, em Belém, e Nova União, em Marituba, inseridos nos Territórios pela Paz (TerPaz). Os insumos mantêm a esperança de dias melhores a centenas de pessoas, principalmente aos que possuem orçamento limitado, como o da dona Arlete Matias, de 62 anos, que passou a vender salgados na porta de casa para complementar a renda no final do mês. 

Arlete Matias“Antes eu ficava preocupada se ia ter dinheiro pra comprar comida lá pra casa, porque a gente não pode é ficar com fome, ou se separava uma quantia para os ingredientes dos salgados, mas agora com toda essa comida eu já garanto o almoço e o jantar sem gastar o que ganhei vendendo coxinha”, comentou.

Os alimentos foram adquiridos através da doação de 1 milhão de dólares (R$ 5,38 milhões) da Open Society Foundations, rede internacional de filantropia que apoia financeiramente grupos da sociedade civil em todo o mundo, ao Governo do Pará, para serem investidos em ações de enfrentamento à Covid-19, amenizando os impactos da pandemia à população em vulnerabilidade. 

A ação é executada pela Fundação ParáPaz, por meio do projeto "ParáPaz Solidário", e conta com a parceria da Secretaria Estratégica de Articulação da Cidadania (Seac) e Ouvidoria Geral do Estado, com o objetivo de contemplar 2 mil famílias, já cadastradas no TerPaz, durante três meses seguidos (abril, maio e junho). 

Na quinta-feira (13), a distribuição ocorrerá nos bairros do Benguí, Guamá, Jurunas e Icuí (Ananindeua).

Por Nathalia Mota (PARAPAZ)