TerPaz promove ações de saúde em Belém e em Ananindeua

Moradores da Cabanagem e do Icuí-Guajará tiveram acesso a serviços de saúde gratuitos e ainda receberam palestras sobre câncer bucal, saúde bucal de bebês, transtorno do espectro autista (TEA) e tratamento para pacientes fissurados

14/08/2021 14h50 - Atualizada em 14/08/2021 21h10

Elidiana Sousa, o marido e os filhos tiveram acesso a vários serviços em saúde neste sábado (14)A manicure Elidiana Sousa, 27 anos, foi com o marido e os três filhos até a Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Almirante João Faria de Lima, no bairro da Cabanagem, em Belém, para realizarem consultas médicas com um clínico geral e as crianças, com um pediatra.

‘’Eu trouxe os meus filhos para se consultarem com um pediatra, já que no posto próximo onde moro não tinha essa tipo de atendimento, além disso eu e o meu marido também aproveitamos para realizar uma consulta com um clínico geral’’, afirmou a moradora. 

Na manhã deste sábado (14) foram retomados os serviços do projeto Ter Saúde, ação realizada aos finais de semana pela Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) nos locais que integram o Programa Territórios pela Paz (TerPaz), executado pelo Governo do Estado do Pará. Os territórios beneficiados foram os da Cabanagem, em Belém; e do Icuí-Guajará, em Ananindeua. 

‘’Hoje essas ações estão sendo retomadas após o término das férias escolares. Estamos levando serviços de saúde para quem mais precisa, por intermédio do projeto Ter Saúde, como atendimento médico, testes rápidos, cadastro para pessoas com deficiência, entre outros, para os Territórios atendidos pelo TerPaz’’, ressaltou a coordenadora da Sespa no TerPaz, Alessandra Amaral.

O pedreiro Raimundo da Silva, 54 anos, foi se consultar e aprovou o atendimento. ‘’Essas ações são muito boas aqui para a comunidade, já que antes tínhamos dificuldade de realizar serviços como esses’’, concluiu.

Raimundo da Silva aprovou atendimentoNo bairro do Icuí-Guajará, em Ananindeua, a ação ocorreu na Escola Municipal de Ensino Fundamental Waldemar Mendes, onde o autônomo Fernando Bastos, 37 anos, levou toda a família para se consultar. 

‘’Aqui a saúde estava precária, mas depois da chegada do TerPaz as coisas melhoraram. Hoje consegui consulta para as minhas filhas e para a minha esposa, além de outros exames", disse o morador.  

A programação ofereceu ainda triagens com técnicos de enfermagem e enfermeiros; atendimentos com clínico geral, pediatra e ginecologista; encaminhamento para consultas especializadas; testes rápidos para Covid-19 e ISTs (Infecções Sexualmente Transmissíveis), Sífilis, Hepatites B e C; vacinação contra H1N1, tríplice viral e HPV (Papiloma Vírus Humano) e cadastro para o benefício do 'Passe Livre' às pessoas com deficiência (PcDs) e entrega de cadeira de rodas. Também foram realizadas palestras educativas e preventivas sobre o novo coronavírus, saúde bucal e entrega de kits de higiene bucal.

Um pedaço de madeira: é com isso que a aposentada Elza de Sousa, 70 anos, se locomovia pela cidade. Porém, durante a ação, ela conseguiu ter acesso a diversos serviços, inclusive o cadastro para conseguir uma muleta. ‘’Eu estou tão feliz, essa ação foi maravilhosa para mim, realizei consultas, e estou com os encaminhamentos para fazer exames especializados. Além disso fiz o cadastro para conseguir uma muleta, o que para mim é um sonho, já que atualmente uso esse pedaço de madeira para me apoiar’’, disse a aposentada.

O Ter Saúde também teve novidades, como palestras sobre câncer bucal, saúde bucal de bebês, transtorno do espectro autista (TEA), tratamento para pacientes fissurados, e ainda contou com o lançamento da cartilha bucal da gestante. As ações de saúde vão continuar no próximo final de semana, onde mais quatro territórios atendidos pelo TerPaz serão contemplados. 

Por Elizabeth Teixeira (SEAC)