Segup promove curso em Business Intelligence na área da Segurança Pública

O público alvo são analistas de inteligência das forças de segurança do Estado

20/09/2021 13h02

Atenta ao aprimoramento continuado de analistas do setor de inteligência, a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), por meio da Secretaria Adjunta de Inteligência e Análise Criminal, em parceria com Ministério de Justiça e Segurança Pública (MJSP), promove até o próximo dia 24, o curso de Business Intelligence (B.I) aplicado à segurança pública. Nesta segunda-feira (20), ocorreu a aula inaugural no auditório da Delegacia Geral de Polícia Civil, em Belém.

A formação, ofertada pela primeira vez no Pará, apresentará aos analistas as ferramentas B.I, adaptadas ao universo de dados de segurança pública, com a finalidade de desenvolver a capacidade técnica para a utilização dessas ferramentas. Com elas, os analistas vão criar análises mais elaboradas por meio da conexão de dados.

Na segurança pública, a aplicação do conceito de B.I ocorre “na coleta, armazenamento e processamento de dados e na produção de conhecimento subsidiando aos operadores maiores condições de informações para a tomada de decisões operacionais, táticas e estratégicas”, explica o secretário adjunto Siac, delegado André Costa, presente na cerimônia representando o titular da Segup, Ualame Machado.

Representando o delegado-geral, Walter Resende, a delegada-geral adjunta, Daniela Santos, apontou a importância de sempre qualificar as unidades de inteligências, imprescindíveis para ações estratégicas como a operação “Cabeças”, que identificou e responsabilizou autores de crimes contra servidores públicos. “Não seria viável sem a maturidade em relação a inteligência policial”, destacou a gestora.

Com a formação espera-se aprimorar ainda mais as atividades desenvolvidas pelos agentes do subsistema de inteligência de segurança pública (Sisp), a fim de oferecer atuações qualificadas, seguras e mais efetivas aos cidadãos do Pará.

Presente na cerimônia, o coordenador geral de Integração ao Subsistema de Inteligência de Segurança Pública da Diretoria de Inteligência da Secretaria de Operações Integradas (Dint/Seopi), Frederico de Melo Aguiar, enxerga a “capacitação como uma ferramenta importante também para a integração entre os analistas dos órgãos de inteligência”.

 

Ferramenta

O curso será ministrado pelos professores vinculados ao MJSP, por meio da Secretaria de Gestão e Ensino em Segurança Pública em parceria com a Diretoria de Inteligência da Secretaria de Operações Integradas. Com aulas expositivas, discursivas e exercícios teóricos e práticos, serão expostos temas como fundamentos de b.i, modelagem de dados de b.i, elaboração de painéis e relatórios, publicação de painéis, relatórios e estudo de caso.

Para o diretor de ensino a distância da Secretaria de Gestão e Ensino em Segurança Pública, Daniel de Albuquerque, aplicação de B.I na segurança pública permite uma visão panorâmica aos gestores em determinadas situações. “Business Intelligence é importante, pois os gestores precisam de uma ferramenta que utilize dados, mas que seja fácil de visualizar na tomada de decisão e o B.I soma neste sentido”.

Texto: André Macedo/Segup

Por Luana Laboissiere (SECOM)