Emater participa de debate sobre ações de incentivo à produção rural sustentável

Presidente da empresa esteve na da Assembleia da Associação Brasileira das Entidades Estaduais de Assistência Técnica e Extensão Rural, em Brasília

01/12/2021 23h56 - Atualizada em 02/12/2021 01h41

Representantes de instituições de Assistência Técnica e Extensão Rural de todo o Brasil se reuniram na terça-feira (30), em Brasília (DF), na 60ª Assembleia Geral da Associação Brasileira das Entidades Estaduais de Assistência Técnica e Extensão Rural (Asbraer), com o objetivo de debater e alinhar ações em prol da produção rural sustentável em todas as unidades da Federação em 2022. A Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater) foi representada pelo presidente Rosival Possidônio.

O evento contou com as apresentações de projetos e perspectivas do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) para a Ater pública em 2022, e de projetos e perspectivas da Agência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural (Anater) para a Ater pública em 2022. Também foram apresentados os resultados dos Programas Pró Genética e Integra Zebu, em parceria com a Asbraer; do primeiro decênio do Plano Agricultura de Baixa Emissão de Carbono (ABC +) e propostas de projetos com a Ater pública no segundo decênio; a implantação e execução do Programa Nacional de Crédito Fundiário - Terra Brasil, e a metodologia de fortalecimento de vínculos familiares.O evento teve apresentações de projetos e perspectivas do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento para a Ater pública em 2022

"Esse momento é um fórum de debates acerca das políticas públicas para o setor produtivo de todos os estados, e um diálogo sobre Ater pública, feito com autoridades de ministérios e secretarias federais, visando fortalecer todas as instituições que trabalham com a agricultura familiar, aliada à sustentabilidade", ressaltou o titular da Emater-Pará.

Os temas foram abordados por representantes da Secretaria da Agricultura Familiar e Cooperativismo do Mapa; da Anater; Coordenadoria Geral de Mudanças Climáticas, Florestas Plantadas e Agropecuária Conservacionista (CGMC); da Secretaria de Inovação, Desenvolvimento Rural e Irrigação (SDI) do Mapa; da Diretoria de Gestão do Crédito Fundiário do Mapa, e da Secretaria Nacional da Família do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos.

No final, os participantes da Assembleia dialogaram com a finalidade de construção de propostas da Associação para os próximos anos.

Rosival Possidônio, presidente da Emater no ParáBraço forte - Atuando no setor agropecuário paraense com a missão de promover o desenvolvimento sustentável por meio do conhecimento e da tecnologia, assegurando a melhoria da qualidade de vida da sociedade rural, a Emater completará 56 anos de existência nesta sexta-feira, 3 de dezembro, consolidada como o braço forte do governo estadual na busca de uma produção rural sustentável.

Até outubro deste ano, a Emater do Pará realizou 55.709 atendimentos, e com os números que ainda serão registrados em novembro e dezembro deve alcançar a meta prevista para 2021 - 68 mil atendimentos.

A Asbraer é uma organização independente e sem fins lucrativos, fundada em 8 de junho de 1990,  visando manter ativa a integração e o intercâmbio das 27 entidades de Ater. O trabalho é realizado a partir de iniciativas políticas e do planejamento para levar qualidade de vida ao campo.

Texto: Paula Portilho – Ascom/Emater

Por Governo do Pará (SECOM)