Polícia Civil do Pará realiza programação alusiva ao Maio Laranja

Corporação desenvolve ações na via pública e em escolas contra o abuso e à exploração sexual de crianças e adolescentes

18/05/2022 15h47 - Atualizada em 18/05/2022 16h42

A Polícia Civil, por meio da Diretoria de Atendimento a Grupos Vulneráveis (DAV), realizou uma “Blitz de Conscientização" em alusão ao Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, comemorado nesta quarta-feira (18). A ação, pertencente à “Operação Faça Bonito”, e reforça a importância do enfrentamento a estes crimes e incentiva formas de denúncia.

Durante toda a manhã desta quarta-feira, integrantes da DAV realizaram a distribuição de material educativo e deram orientações contra o crime violência sexual. O evento aconteceu na Delegacia Especializada no Atendimento à Criança e ao Adolescente (Deaca / Santa Casa), e, ainda, no Prédio da Polícia Cientifica, ruas do centro de Belém e também em escolas da Região Metropolitana de Belém.

A delegada Ariane Melo, titular da DAV, reforça que, durante todo o “Maio Amarelo”, equipes realizarão ações em todo o Pará, de enfrentamento ao abuso e à exploração sexual de crianças e adolescentes.

“Hoje, no dia D, tivemos as nossas blitz educacionais, onde explicamos os principais conceitos e o que consiste a violência e o abuso sexual. É importante levarmos conhecimento para as pessoas, para os pais, alunos, para os servidores públicos dos órgãos envolvidos. A intenção é mobilizar a sociedade e dar um pouco de visibilidade a esta temática, que, infelizmente, ainda é presente na nossa realidade”, destacou a delegada Ariane Melo.

A adolescente Vitória Silva de 13 anos, acompanhada pela mãe, em atendimento médico na Santa Casa, disse que não conhecia a importância da data. “Já tinha ouvido falar, mas nunca tive material ou orientações sobre isso. Vou levar o material para minhas amigas para que a gente possa ficar atenta a esse tipo de crime”, afirmou.

Durante toda a campanha do Maio de Laranja, a diretoria de Atendimento a Grupos Vulneráveis realizou diversas palestras nas Usinas da Paz, bairros, escolas, prestando orientações sobre o trabalho investigativo e de acolhimento às vítimas. Além destas ações educativas, está sendo realizada a “Operação Faça Bonito”, para dar celeridade ao tombamento de inquéritos policiais nas delegacias especializadas. 

“A Polícia Civil se mantém firme no combate a crimes em todo o Estado do Pará. Nesta data, destacamos a atuação no enfrentamento aos crimes contra crianças e adolescentes e alertamos a sociedade para a importância de denunciar os casos, para que possam ser devidamente apurados.” destacou o delegado geral da Polícia Civil do Pará, Walter Resende.

Números

De 1º de março a 17 de maio de 2022, a “Operação Faça Bonito”, realizada pelas Delegacias Especializadas no Atendimento à Criança e ao Adolescente, nas unidades Santa Casa, Polícia Científica e Ananindeua, resultaram no cumprimento de 5 mandados de prisão, 208 procedimentos instaurados para apurar casos de exploração sexual de crianças e adolescentes, 667 intimações feitas e 400 testemunhas ouvidas.

A Polícia Civil reforça que os casos de abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes podem ser denunciados em qualquer unidade policial, via Disque 100, Disque-Denúncia (181) e através do whatsapp da Iara (91) 98115.9181.

Por Bruna Ribeiro (PC)