Forças de Segurança Pública apresentam balanço Parcial das ações de combate à criminalidade

19/05/2022 18h14 - Atualizada em 19/05/2022 19h58

Desde a última sexta-feira (13), foram realizadas 287 prisões em flagrante, 89 cumprimentos de mandados de prisão e recapturas, 65 prisões em flagrante por tráfico de drogas, além da apreensão de 15 armas de fogo e entorpecentes. 
 
Em menos de 24h, foi identificado e preso em flagrante o autor do crime contra o Sargento da PM Jucelino Sepeda, ocorrido no distrito de Mosqueiro, o qual confessou o delito e já esta a disposição da justiça. 

Os resultados foram apresentados pelos Gestores da Segurança Pública na tarde desta quinta-feira, 19, como produtividade das ações deflagradas desde a última sexta-feira (13), em combate à criminalidade em todo o Estado. 

Várias ações de patrulhamento ostensivo, repressivo, além de orientações a agentes de segurança e rastreio de grupos criminosos como lideranças de grupos criminosos seguem na Região Metropolitana de Belém e interior do estado. 

Resolutividade - De acordo com informações apuradas pelo subsistema de inteligência do estado, 05  presos estão envolvidos, diretamente, nas mortes de agentes de segurança pública ocorridas nas últimas semanas. Além destes, outros 06 suspeitos foram localizados, e durante as incursões efetuaram disparos contra as equipes policiais que reagiram em legítima defesa e morreram durante intervenção policial. 

"A Polícia Civil está atuando de forma integrada, para que, de forma célere, possamos identificar e prender todos os envolvidos nas ações criminosas ocorridas em nosso estado. Já temos obtido resultados e vamos continuar trabalhando para que outros sejam alcançados. Reiteramos nosso compromisso em garantir a segurança pública e paz social", afirmou o Delegado-geral, Walter Resende.

Na manhã desta quinta-feira, 19,  um dos envolvidos na morte do Policial Civil, IPC Bosco Souza, vítima de latrocínio no mês de Março, foi localizado e reagiu à abordagem policial, vindo a óbito. Com ele foi encontrada a arma do policial roubada durante a ação criminosa. 

"Desde a última sexta-feira nós lançamos a operação “Impacto” com um número recorde de viaturas e policiamento nas ruas, mas também outras ações de segurança publica, com todos os órgãos de segurança do estado. Após uma série de atentados contra os agentes de segurança nós reforçamos ainda mais a Impacto, além dela lançamos também a operação Rastreio de combate e busca a evadidos, foragidos do Sistema penal, lideranças de organizações criminosas que tinham mandados de prisão em aberto assim como o combate ao tráfico de entorpecentes. Os resultados tem sido satisfatórios, tendo em vista que, várias prisões foram realizadas, além de capturas, flagrantes sendo lavrados em todo o estado, de forma que, percebemos uma diminuição da situação, o controle sempre permanente do estado e os grupos criminosos sentem o poder do estado, a partir de então nós continuaremos a fazer as ações sem tempo para que possam terminar para que possamos demostrar cada vez mais que o povo do Pará é um povo de paz e que merece e terá sempre segurança” destacou o secretário Ualame Machado.

Operações em andamento 

A Impacto é composta por cinco ações de policiamento ostensivo e tem participação das Polícias Civil, Militar e Científica do Estado, Corpo de Bombeiros Militar, Semob e Guardas Munipais dos municípios diretamente atingidos. Ela consiste em ações de rondas ostensivas, pontos base estratégicos e abordagens, por meio das operações Saturação, Barreira e Incursão, essa última em conformidade com a mancha criminal de cada bairro. A operação está tendo atuação de diversas unidades da PM em diferentes modalidades de policiamento. 

Foi lançada também a Operação "Anjo da Guarda" deflagrada com o objetivo de proporcionar Segurança, através de rede de proteção, a todos os policiais da ativa e veteranos, a qual todos os PM que estariam de folga foram acionados e estão atuando diuturnamente. 

 Em paralelo a estas, a "Super Overlord", segue em andamento com ações preventivas e repressivas de segurança pública por meio de viaturas estrategicamente posicionadas em áreas de grande fluxo de pessoas e veículos. Também compõe a Impacto a operação "Polícia Mais Forte", com previsão de reforço do policiamento nas ruas, permitindo a ocupação territorial dos espaços públicos. Outras ações são a operação "Contraturno", que consiste na realização de Pontos Base Estratégicos nas proximidades das paradas de ônibus e a operação "Duas Rodas" que vai intensificar as ações de fiscalização por parte dos órgãos do Sistema de Segurança Pública e órgãos municipais, com enfoque nas motocicletas, para identificar, e retirar das ruas condutores ou veículos que estejam conduzindo alguma irregularidade. 

Ao longo dos fins de semana, também está sendo realizada a operação "Tolerância Zero", integrada por diversos órgãos com o objetivo de promover o enfrentamento de crimes de poluição sonora e perturbação da tranquilidade, além de outros crimes que possam ocorrer em bares e casas de show. 

Novos PMs - Cerca de 3.000 Policiais Militares com alunos do curso de formação passaram a integrar as ações desde segunda-feira (16), para reforçar as ações e manter a prontidão para diante de qualquer ato em todo o estado. 

“Dentro do curso de Formação dos Policiais Militares, está previsto o estágio supervisionado. Desta forma, após quatro meses de início do curso, os alunos estão  já apto para ir às ruas e realizar os policiamentos, sob a supervisão dos oficiais e praças mais experiências. Importante destacar que dentro de suas atuações eles estão executando com eficiência sua atividades, tendo em vista que já realizaram flagrantes e prisões, durante o andamento das operações” ressaltou o comandante Geral da Polícia Militar, coronel Dilson Júnior.

Colaboração: Walena Lopes 

Por Roberta Meireles (SEGUP)