Hospital Materno Infantil de Barcarena recebe certificação de Amigo da Criança

20/05/2022 17h34 - Atualizada em 20/05/2022 18h53

O Hospital Materno Infantil de Barcarena Anna Turan (HMIB) recebeu nesta sexta-feira (20) a certificação de Hospital Amigo da Criança. O selo é dado pelo Ministério da Saúde as unidades hospitalares como reconhecimento às boas práticas de saúde, assistência humanizada e incentivo ao aleitamento materno. 

"Esse é o primeiro Hospital da Região do Tocantins a ser uma unidade amiga da criança. Eu espero que ele seja o primeiro de vários, pois a gente sabe que o aleitamento materno não é só a questão de nutrição. Ele salva a vida das crianças e protege contra as doenças, mas também é uma mudança na formação para o desenvolvimento dessa criança. A gente quer cidadãos bons, quer pessoas que tenham relações de afeto construídas e o aleitamento proporciona isso", disse a Coordenadora de saúde da criança da Secretaria de Estado de Saúde Pública do Pará, Ana Guzzo. 

A entrega da placa comemorativa aconteceu em uma celebração com a presença de funcionários, diretores da unidade, gestores locais, o prefeito de Barcarena, Renato Ogawa, e o Secretário-Adjunto de Políticas Públicas para a Saúde da Sespa, Sipriano Ferraz. 

"Hoje é um dia muito importante, pois essa certificação é o reconhecimento do trabalho de cada um de vocês. O trabalho de vocês foi incansável e isso se reflete nos resultados obtidos por essa unidade. A região ganha muito com o trabalho dessa equipe e nós esperamos que esse trabalho continue dando bons frutos", disse o secretário. 

"A minha família está sendo muito bem recebida aqui. Estou me sentindo em casa e só tenho a agradecer pela assistência que meu bisneto está recebendo. Sou muito grata a toda a equipe", disse dona Maria de Fátima, bisavó do pequeno Antony Kauê, que nasceu na última segunda-feira na unidade. 

O Hospital Materno Infantil de Barcarena é administrado pela Organização Social Pró-saúde e é o décimo primeiro a receber o selo no Pará. "A iniciativa Hospital Amigo da Criança vem para fazer as pessoas compreenderem a importância do aleitamento materno como a formação de vínculos familiares, no fortalecimento deles e para a redução da mortalidade infantil e isso são mudanças de comportamento que começam dentro do hospital. Em longo prazo a ação que começou aqui durante o parto produz resultados sociais e na saúde para toda a região", afirmou a Alba Muniz, diretora operacional da OS.  

A unidade possui um banco de leite humano que promove o tratamento do leite doado e dá assistência às crianças que ainda estão na UTI ou que nasceram com algum problema de saúde. Para receber a certificação a unidade precisa cumprir os 10 passos para o sucesso do aleitamento e os critérios amigos da mulher. Anualmente a unidade passa a ser acompanhada e a cada três anos recebe a visita de um avaliador externo. 

"Essa é uma iniciativa muito importante,  pois o hospital que a adere é um hospital que recebe esses bebês da melhor forma  e os respeita. Ao trabalhar o aleitamento materno exclusivo, a gente sabe que isso gera impacto ao longo da vida da criança e ela tem mais chances de se desenvolver melhor. Atualmente somente 45,7% das crianças do nosso país são amamentadas até os seis meses de idade", disse Renara Guedes, consultora técnica do MS. 

Certificação 

O hospital interessado em se tornar "Amigo da Criança" precisa ser uma maternidade. Ele, então, faz a solicitação à Coordenação Estadual que promove uma avaliação inicial e em seguida realiza capacitações para toda a equipe da unidade. Caso tudo esteja ocorrendo dentro dos critérios exigidos é solicitado ao MS a Avaliação Global e em caso de aprovação o hospital é certificado.

Por Caroliny Pinho (SESPA)