Agência Pará
pa.gov.br
Ferramenta de pesquisa
ÁREA DE GOVERNO
TAGS
REGIÕES
CONTEÚDO
PERÍODO
De
A
MEIO AMBIENTE

Escola estadual de Santarém desenvolve projeto de educação ambiental com foco na COP 30 

Por Cristiani Sousa (SEDUC)
17/05/2024 14h30

A Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Aluízio Lopes Martins, no município de Santarém, na Região de Integração do Baixo Amazonas, lançou, nesta sexta-feira (17), o projeto “Escola da Amazônia: Aluízio Martins 2030”, com o objetivo de desenvolver ações para o cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), que fazem parte da Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU), e visando a Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas (COP 30), que acontecerá na capital paraense em 2025. 

O professor e idealizador do projeto, Daniel Fernandes, explica que a iniciativa está baseada em dois campos da pesquisa. “Nos baseamos em dois campos: o da mídia-educação, que pesquisa o uso das tecnologias digitais na relação ensino-aprendizagem, e a temática do meio ambiente em suas interconexões com a comunicação e a educação. Outro objetivo do projeto é aplicar o conceito de Alfabetização Midiática e Informacional (AMI) proposto pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), como um modelo de formação dos cidadãos para promover o acesso equitativo à informação e ao conhecimento, bem como, promover sistemas de informação inclusivos e democráticos, e a tomada de decisões que resolvam problemas em diferentes áreas da vida”, afirmou. 

De acordo com o docente, a localização da escola também contribui para o desenvolvimento do projeto. “A Escola Aluízio Lopes Martins fica localizada na Zona Oeste de Santarém, que abrange mais de 10 bairros da cidade, onde se concentra a maioria da população urbana do município. Um dos patrimônios histórico e natural de Santarém que se destaca nas proximidades da escola é o Lago Mapiri-Papucu, que é uma área de preservação ambiental protegida pela Lei Orgânica do município de Santarém, o desenvolvimento de ações educativas integradas tendo como objeto o referido lago é uma das propostas do projeto”, contou o professor Daniel. 

Para o diretor da escola, Gesiney Vieira Melo, o projeto vem fortalecer o componente curricular de Educação Ambiental, Sustentabilidade e Clima implementado pela Secretaria de Estado de Educação do Pará (Seduc) este ano. “Os professores da escola, de diferentes áreas do conhecimento, estão sendo estimulados a participar das ações do projeto, sendo que a primeira dessas ações tem como tema o meio ambiente e os povos originários, que está sendo realizada nos meses de maio e junho deste ano. Esperamos que os vínculos entre a escola e os bairros da Grande Área do Maracanã, onde está inserida a escola, sejam fortalecidos ao longo da execução do projeto”, ponderou o diretor.

Educação ambiental nas escolas - O Pará é o primeiro estado do Brasil a garantir, em todas as etapas do ensino, um componente curricular obrigatório de Educação Ambiental nas escolas estaduais para fomentar o pensamento e a prática sustentável de forma contínua. A Seduc ofereceu, já no primeiro bimestre de 2024, o componente de Educação Ambiental, Sustentabilidade e Clima para toda a educação básica, de forma obrigatória nas escolas estaduais e, por adesão, nas municipais.

Texto: Fernanda Cavalcante - Ascom/Seduc.