Agência Pará
pa.gov.br
Ferramenta de pesquisa
ÁREA DE GOVERNO
TAGS
REGIÕES
CONTEÚDO
PERÍODO
De
A
MEIO AMBIENTE

Fapespa participa de missão na Itália para Cooperação em Pesquisa & Inovação

As áreas de foco da missão incluem desafios globais ligados ao clima, mudanças climáticas e desenvolvimento sustentável

Por Manuela Oliveira (FCP)
20/05/2024 16h24

Para aprofundar iniciativas de cooperação e gerar oportunidades entre os Estados brasileiros, por meio de suas Fundações de Amparo à Pesquisa (FAPs), e entidades italianas, está sendo realizado um encontro para Cooperação em Pesquisa & Inovação, entre os dias 20 e 24 de maio, em Roma, na Itália. A delegação brasileira foi organizada pelo Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), da qual faz parte a Fundação de Amparo a Estudos e Pesquisa (Fapespa).

Missão - As áreas de foco da missão incluem desafios globais ligados ao clima, mudanças climáticas e eventos extremos, desenvolvimento sustentável e a importância de investir conjuntamente em iniciativas colaborativas de pesquisa e inovação. A missão tem o apoio da Embaixada do Brasil em Roma e do Programa Diplomacia da Inovação (PDI) do Itamaraty.

Nesta segunda-feira (20), a delegação brasileira esteve reunida com o Conselho Nacional de Pesquisa para assinatura do MoU Memorandum of Understanding (Memorando de Entendimentos). Na ocasião, os integrantes trataram sobre possíveis planos de implementação e ações conjuntas para apoiar projetos de pesquisa e mobilidade voltados a ações para enfrentar emergências climáticas, eventos extremos, enchentes, medidas de recuperação e resiliência, gestão de recursos hídricos, cidades sustentáveis e soluções baseadas na natureza. 

Ademais, estiveram em reunião com o Ministério de Relações Exteriores da Itália (Maec), oportunidade na qual estiveram em pauta temas como Inteligência Artificial, Doenças Transmissíveis, Energias Renováveis, Biodiversidade, Matemática e Física, Agricultura Sustentável e Ciência dos Materiais. Também visitaram a Organização Internacional Ítalo-Latino Americana (IILA) para dialogar sobre possíveis perspectivas de parceria e colaboração. 

O primeiro dia de missão foi finalizado com reunião no Ministério da Universidade e Pesquisa (MUR), oportunidade em que trataram sobre possível cooperação com o MUR, cooperação do Confap no contexto das European Partnerships: Water4All e Parceria de Economia Azul Sustentável. 

“Um primeiro dia extremamente produtivo aqui na missão. No Conselho Nacional de Pesquisa assinamos um memorando de entendimento para novas parcerias em temas relevantes como biodiversidade e bioeconomia. No Ministério das Relações Exteriores discutimos a renovação da parceria já com a previsão de um lançamento de edital agora para setembro, ao qual estamos aderindo com novas áreas temáticas, principalmente a área de energias renováveis. No Instituto Ítalo Latino-Americano eu destaco a participação do IILA no programa criado pelo Estado do Pará, o Selo Verde, para o qual vamos buscar novas parcerias agregando conhecimento científico tecnológico e de inovação para essa importante plataforma do Governo do Estado para exportação com rastreabilidade da pecuária paraense”, detalhou Marcel Botelho, presidente da Fapespa e diretor da Região Norte do Confap.

Cooperação- A missão à Itália permite uma grande interação com uma ampla variedade de entidades e parceiros italianos, incluindo o Ministério das Relações Exteriores e Cooperação Internacional (Maeci); Ministério da Universidade e Pesquisa (MUR); Organização Internacional Ítalo-Latino Americana (IILA), Conselho Nacional de Pesquisa da Itália (CNR), Conselho para Pesquisa Agrícola e Análise da Economia Agrária (Crea), Agência Nacional para Novas Tecnologias, Energia e Desenvolvimento Econômico Sustentável (Enea), universidades e centros de pesquisa.

A delegação brasileira organizada pelo Confap é composta por: Odir Dellagostin, presidente do Confap e da Fapergs (Rio Grande do Sul); Márcio de Araújo Pereira, vice-presidente do Confap e presidente da Fundect (Mato Grosso do Sul); Marcel do Nascimento Botelho, presidente da Fapespa (Pará) e diretor da Regional Norte do Confap; Marcos de Sá Fernandes da Silva, presidente da Fapemat (Mato Grosso) e diretor da Regional Centro-Oeste do Confap; Handerson Leite, presidente da Fapesb (Bahia); Maria Zaira Turchi, coordenadora do Projeto Internacional CT&I (Top Managers) da Fundação Araucária (Paraná) e ex-presidente do Confap; Elton Siqueira Moura, diretor de Inovação da Fapes e Lucia Aparecida de Queiroz Araújo, diretora administrativo-financeira da Fapes (Espírito Santo); Cristiano Capovilla, diretor científico da Fapema (Maranhão) e Elisa Natola, assessora para Cooperação Internacional do Confap.

“Por fim, visitamos o Ministério da Universidade da Pesquisa, no qual vislumbramos novas parcerias também em áreas como a bioeconomia, mas principalmente na geração descentralizada de energia, um tema relevante para nossa região, visto que a rede de distribuição não alcança todos os municípios, muito menos as comunidades paraenses que são isoladas, mas precisam ter acesso à energia de qualidade para gerar produtos da bioeconomia”, detalhou Botelho. A agenda da delegação brasileira segue durante a semana, na capital da Itália.