Açaí é principal fonte de projeto apoiado pelo Tecnova Pará

09/09/2015 15h48

Com a missão de oferecer produtos inovadores e de alta tecnologia com sustentabilidade, a Amazon Dreams, criada em 2002 por pesquisadores da Universidade Federal do Pará (UFPA), é uma das empresas patrocinadas pelo programa Tecnova Pará.

Por meio do projeto “Diversificação da linha de produtos à base de açaí”, a companhia vem desenvolvendo compostos ricos em antioxidantes a partir de frutos e folhas da região amazônica com destaque para o açaí. O objetivo é agregar valor aos diversificados produtos desenvolvidos com o fruto tipicamente paraense.

Neste ano, a Amazon Deams já começou a mostrar os resultados do projeto apoiado pela Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisas do Pará (Fapespa). O CEO da empresa, Afonso Ramôa, explica que toda a tecnologia é exclusiva e resultou em uma linha produzida de forma sustentável, sendo a matéria-prima fornecida por cooperativas de fruticultores da região, que também beneficiam a diversas famílias das localidades onde são feitas as coletas.

“Desenvolvemos três produtos à base de açaí, que é considerado um poderoso antioxidante, importante no combate ao envelhecimento precoce. O primeiro que fizemos foi o clarificado de açaí, uma espécie de suco do fruto; O segundo é o purificado, o pó do açaí, que desperta interesse do mercado pelo rendimento e rentabilidade, e o terceiro é o óleo do açaí, fabricado sem a utilização de solventes químicos, o que mostra que é possível criar, inovar e produzir sem prejudicar o meio ambiente”, esclarece Afonso Ramôa.

O diferencial deste trabalho se apresenta no processo simples que isola o princípio ativo das espécies florestais, alcançando um grau de pureza dos antioxidantes de 70%, o que ainda não foi conseguido em nenhum outro lugar do Brasil. A empresa tem, ainda, a certificação orgânica das matérias-primas com a obtenção de compostos altamente concentrados.

Com este projeto, a Amazom Dreams pretende gerar novos recursos e riquezas que permaneçam no estado. Além disso, a ideia é também ganhar novos mercados nos âmbitos nacional e internacional. “Para que o nosso estado seja uma referência em tecnologia e inovação, precisamos integrar a cadeia produtiva para consequentemente termos desenvolvimento econômico, social e ambiental, além de podermos alcançar destaque Brasil afora”, enfatiza Ramôa.

TECNOVA

O Programa Tecnova é uma iniciativa da Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP) para trabalhar de forma conjunta com as Fundações de Amparo de Pesquisa dos estados, como parcerias descentralizadas, estruturadas e capacitadas para dar apoio e amparo ao fomento dos projetos. No Pará, a Fapespa, por intermédio do governo do estado, é a instituição responsável pelo incentivo. Desde o início deste mês, a Fundação vem realizando uma agenda de visitas junto a instituições parceiras nas empesas apoiadas pelo programa TECNOVA Pará.

 

 

Por Redação - Agência PA (SECOM)