Hemopa Santarém recebe doações de empresa parceira

13/10/2020 14h50 - Atualizada em 13/10/2020 15h40
Por Anna Cristina Campos (HEMOPA)

Um grupo de doadores de sangue do Rio Tapajós Shopping chegou à unidade de coleta do Hemopa em Santarém para fazer dupla doação: além dos voluntários doarem sangue, também ofereceram duas televisões para equipar o Hemopa e quatro brinquedos para a área da brinquedoteca dos pacientes hematológicos. 

“Aqui é um lugar de vida e de esperança. A gente tem orgulho de estar perto de vocês. É muito bom trabalhar em um local aonde você tem a oportunidade de dar amor ao próximo e vocês fazem isso. Vamos continuar com essa parceria”, destacou Marlen Castro que é gerente de Marketing do Rio Tapajós Shopping.

As parcerias com empresas privadas e públicas são essenciais para a mobilização de doações de sangue e o abastecimento do estoque para atender a demanda hospitalar. "O Rio Tapajós Shopping é um grande parceiro. A cada semestre, a equipe de funcionários faz doação de sangue e sempre disponibiliza o espaço do Shopping para o Hemopa fazer as ações de mobilização de doadores de sangue e medula óssea”, destacou Telma Suanne, assistente social do Hemopa Santarém. 

Campanha de sábado, dia 10

A unidade de coleta do Hemocentro Regional de Santarém abriu no último sábado, dia 10, excepcionalmente, para voluntários da doação de sangue. Foram coletadas 63 bolsas e 26 pessoas se habilitaram a fazer parte do Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (REDOME). 

Entre eles, os grupos ‘Doadores de Vida’ e ‘Pedal Cachorro Mudo’ que compareceram para este gesto solidário. Assim como o seu Eivan Nascimento, de 50 anos, que estava doando pela primeira vez. “Ouvi falar muitas coisas boas sobre a doação e agora vim fazer. A pessoa que doa sangue é aquela que quer ajudar ao próximo”, disse. 

O Hemocentro de Santarém é responsável pelo abastecimento transfusional da rede hospitalar do oeste do Pará. O serviço de coleta de sangue funciona de segunda a sexta, das 7h às 12h30, na Avenida Frei Vicente, 696, entre as Alameda 30 e 31 (Aeroporto Velho). 

Para doar o voluntário deve ter entre 16 e 69 anos (menores de idade devem estar acompanhados do responsável legal), ter mais de 50 kg, estar em boa condições de saúde e apresentar um documento de identificação oficial, original e com foto (RG, CNH, Passaporte ou Carteira de Trabalho).

Quem teve Covid-19 deve esperar 30 dias após a cura para doar. E quem teve contato com pessoas que tiveram Covid-19, deve esperar 14 dias após o contato.