Iasep garante pagamento de débitos às empresas de saúde credenciadas

29/03/2017 00h00
Por Redação - Agência PA (SECOM)

O Instituto de Assistência dos Servidores do Estado do Pará (Iasep) está pagando em dia clínicas, hospitais e laboratórios credenciados para atender os usuários do plano de saúde dos servidores estaduais. Além do pagamento do mês contratual, o Instituto já está quitando os débitos atrasados com os estabelecimentos contratados, garantiu a presidente do Iasep, Iris Gama, nesta quarta-feira (29), em reunião na sede do Ministério Público do Estado com o promotor Marco Aurélio Lima do Nascimento e representantes de empresas de saúde e sindicatos.

“As empresas com maior resolutividade e maior volume de atendimento já estão recebendo as primeiras parcelas do atrasado. Essas empresas são as que congregam uma maior gama de serviços em saúde, realizando desde consultas e exames, até internações e cirurgias. Mas todos os prestadores de serviços com débitos junto ao Instituto estão sendo chamados para as reuniões de planejamento do cronograma de pagamentos”, informou Iris Gama, sobre o trabalho administrado pelo Sistema Integrado de Governança do Pará (Sigov).

De acordo com a presidente do Iasep, o pagamento dos débitos tem um cronograma que acompanha rigorosamente a receita mensal do órgão. Ela explicou que as dívidas maiores serão parceladas com um prazo maior. Quem possui faturas com valores menores poderá receber tudo à vista, em parcela única, como os credenciados do interior do Estado com débitos de até 50 mil, que estão autorizados a entregar as notas e os documentos fiscais para quitação.

Com mais de 240 mil segurados, o Iasep mantém cerca de 600 empresas credenciadas e débitos acumulados por seis meses. Obedecendo ao contrato, o Instituto está pagando o mês de novembro (90 dias após a entrega da fatura), além de iniciar a execução dos passivos. “Esse cronograma de desembolso do passivo tem que acompanhar a receita e não pode comprometer o pagamento da fatura mensal devida. Por isso, as empresas estão sendo chamadas uma a uma para o planejamento”, reiterou Iris Gama.

Médicos - Wilson Coelho, representante do Sindicato dos Médicos do Pará (Sindmepa), questionou a não participação da entidade nas reuniões entre a direção do Iasep e as empresas credenciadas, uma vez que, segundo ele, o pagamento às empresas envolve pagamentos de honorários médicos.

O presidente do Conselho Regional de Medicina, Paulo Guzzo, afirmou estar satisfeito com as informações apresentadas por Iris Gama, e garantiu que “o Conselho é um parceiro, que está à disposição para viabilizar essa situação dos médicos”.

O promotor Marco Aurélio Nascimento, que conduziu a reunião, também afirmou estar satisfeito com a forma como o governo do Estado vem administrando as pendências com os prestadores de serviços, cumprindo o “Plano de gestão para serviços e readequação financeira, orçamentária e atuarial” entregue em outubro de 2016.

Também participaram da reunião os procuradores do Iasep, Marisa Lobato e Olavo Câmara Júnior, representantes da Ordem dos Advogados do Brasil Seção Pará (OAB-PA) e 13 representantes de sindicatos e empresas de saúde.