Nova Avenida Padre Bruno Secchi será entregue nos próximos meses

24/11/2021 15h52 - Atualizada em 24/11/2021 16h34

No início de 2022, o Governo do Pará, por meio do Núcleo de Gerenciamento de Transporte Metropolitano (NGTM), entregará à população a nova avenida Padre Bruno Secchi (antiga Rua Yamada), no bairro do Bengui, em Belém. O projeto, iniciado em 2013, tinha apenas 20% de execução até 2019. Mas agora já atinge 85% das obras viárias concluídas e a previsão é que os serviços sejam concluídos em janeiro. 

Ligando a avenida Centenário com a rodovia Tapanã – obra concluída e entregue em outubro passado pelo Governo -, os 4,2 km da nova avenida já estão duplicados. As equipes se dividem atualmente nas últimas etapas, o que incluem calçadas com acessibilidade, nova iluminação pública (a partir do remanejamento de postes que está sendo realizado), ciclofaixas, sinalização e urbanização.

O objetivo das obras de requalificação na via é trazer melhorias na mobilidade urbana e infraestrutura viária para aproximadamente 500 mil pessoas da região. “A gente já consegue perceber uma mudança grande aqui. Antes, tinham muitos pontos de estreitamento que deixavam o trânsito bem engarrafado. Sem contar que tinha muito buraco e piorava em dia de chuva. Com certeza já melhorou muito para todo mundo que mora e passa por aqui”, comenta o autônomo Luiz Sérgio Cabral, morador no distrito de Icoaraci.

Foram vários os desafios para dar continuidade às obras, já que haviam mais de 100 imóveis que precisaram ser desapropriados e demolidos porque estavam na faixa de domínio da obra, sendo necessária a atuação da equipe jurídica do NGTM junto às famílias para que os direitos fossem garantidos. Alguns trechos precisaram ser interditados e vias alternativas oferecidas aos condutores devido ao avanço dos trabalhos que exigia o afastamento do fluxo intenso na via. 

“Moro no Bengui há mais de 20 anos. Quando anunciaram que essa obra seria feita, a gente ficou muito animado. Mas, depois o ritmo era lento e, confesso, que não acreditava mais que um dia isso acabar. Graças a Deus não é isso que eu ‘tô’ vendo. Esse trabalho do Governo pelos moradores do Bengui é muito bom. A gente precisava”, disse Maria de Lourdes da Silva, moradora.

A expectativa do Núcleo é concluir os serviços o mais breve possível. “Essa obra é de grande importância para a mobilidade no município de Belém por ser uma via alternativa interligando a três grandes eixos de transporte: avenidas Augusto Montenegro, Arthur Bernardes e Centenário, repercutindo para toda região metropolitana. É o compromisso dessa gestão do Governo que, apesar dos problemas enfrentados pela pandemia, se empenhou para concluir essa obra”, destaca o engenheiro Eduardo Ribeiro, diretor geral do NGTM.

Por Michelle Daniel (NGTM)