Estado recebe 35 mil litros de álcool líquido para Saúde e Segurança

Produto será usado na higienização de prédios públicos, pelos servidores e público externo que busca atendimento

29/06/2020 16h24 - Atualizada em 29/06/2020 20h16
Por Carol Menezes (SECOM)

Distribuição de diversos itens de higiene ocorre desde o início da pandemia do novo coronavírus Por meio de doações feitas pela iniciativa privada, as secretarias de Estado de Segurança Pública (Segup) e de Estado de Saúde Pública (Sespa) receberam, na semana passada, cerca de 35 mil litros de álcool líquido para a higienização de prédios públicos, e também para o uso dos próprios servidores e do público externo que busca os serviços oferecidos.

De acordo com a Ouvidoria Geral do Estado (OGE), que coordena a distribuição, a parceria com o empresariado significa uma enorme economia de recursos públicos, bem no momento em que o governo precisa investir como nunca para um eficaz combate à pandemia. As doações foram recebidas pela Sespa, que também cuidou da distribuição efetiva.

A divisão foi feita em caixas com 12 unidades de garrafas PET contendo 240 ml de álcool 70 por frasco. A quantidade reduzida tem como objetivo racionar o uso e evitar desperdícios, e também para que a doação alcance o máximo número de pessoas.

Cada caixa tem 12 unidades de garrafas PET contendo 240 ml de álcool 70 por frascoAo todo, a Segup (175 caixas), as polícias Civil (350 caixas) e Militar (1.334 caixas), o Centro de Perícias Científicas "Renato Chaves" (175 caixas), o Corpo de Bombeiros Militar (350 caixas) e o Departamento de Trânsito do Estado do Pará (350 caixas) receberam cerca de oito mil litros de álcool líquido, enquanto que a Sespa ficou com cerca de 23 mil litros, divididos em pouco mais de 8 mil pacotes. 

Na área da Saúde, parte do quantitativo foi redistribuído para os hospitais regionais do Estado. Para a 13ª Regional de Saúde, em Cametá, no nordeste paraense, foram entregues 1.500 caixas, sendo que só o Hospital Regional do município recebeu 278 caixas, somando mais de 800 litros. A entrega também chegou à 4ª Regional de Saúde, em Capanema, na mesma região. Foram 1.690 caixas, ou 4,8 mil litros de álcool 70 repassados aos 16 municípios atendidos pela divisão: Cachoeira do Piriá, Bragança, Quatipuru, Ourém, Capanema, Santa Luzia, Primavera, Viseu, Augusto Corrêa, Tracuateua, Salinópolis, São João de Pirabas, Santarém Novo, Peixe Boi, Bonito e Nova Timboteua.

"É interessante poder proporcionar higiene e qualidade de saúde no intento de manter o funcionamento dos serviços básicos. Quanto maior o número de servidores afastados por conta da doença, menos gente teremos contribuindo em um combate que precisa do apoio de todos. Essa é a nossa forma de promover um cuidado àqueles que desempenham sua função, ainda mais em duas frentes tão importantes e necessárias nesse momento, como é o caso da Saúde e da Segurança" - Arthur Houat, ouvidor-geral do Estado.

Itens serão utilizados por seis secretarias estaduais, além da SespaEle faz questão de reforçar o significado desse apoio, que ocorre desde o início da crise sanitária, bem como a importância de que se mantenha. "Nos primeiros momentos, o governo, as secretarias pediram, claro, àquelas empresas que podiam contribuir para que o Estado pudesse focar o uso dos recursos em outras áreas que pediam mais urgência. Esta semana, conseguimos aumentar a quantidade de doações, e a gente agradece, e confirma que seguimos precisando de qualquer quantidade. Tem empresa que pôde doar 120 mil litros, outra que pôde doar 10 mil, 40 mil. Qualquer quantidade importa, ainda mais quando é somada", confirma Houat.