Webinário discute prevenção às drogas em período de pandemia

Realização é da coordenadoria de Prevenção de Tratamento e Redução de Danos de Consumo de Drogas (Cenpren), vinculada à Sejudh

08/10/2020 16h01 - Atualizada em 08/10/2020 17h05
Por Gerlando Klinger (SEJUDH)

A coordenadoria de Prevenção de Tratamento e Redução de Danos de Consumo de Drogas (Cenpren), vinculada à Secretaria de Justiça e Direitos Humanos, realizou nesta quinta-feira (8), o webnário “Atenção e Prevenção às Drogas em época de pandemia”. 

O evento presidido pelo secretário adjunto da Sejudh, Felipe Azevedo Rosa, contou com representantes das secretarias estaduis de Saúde Pública (Sespa), de Educação (Seduc), de Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda (Seaster), de Segurança Pública e Defesa Social (Segup). Também participaram representantes da Assembleia Legislativa (Alepa), e do Conselho Estadual de Drogas (Coned).   

Cabe à Cenpren estabelecer as diretrizes da política estadual sobre drogas, nas áreas de prevenção, tratamento e redução de danos, fiscalização e redução da oferta. A coordenadoria de Prevenção, Tratamento e Redução de Danos de Consumo de Droga é responsável também pela política estadual sobre drogas, em parceria com a política estabelecida pelo Conselho Nacional de Políticas Sobre Drogas. 

O secretário adjunto de Justiça e Direitos Humanos, Felipe Azevedo Rosa, ao representar o titular da Sejudh, Alberto Teixeira, fez a abertura do evento, e destacou a importância do debate sobre a política de prevenção às drogas. “A política pública sobre droga assume importância no atual governo e na sociedade, de forma simultânea, que se juntam para discutir como o enfretamento o tráfico de entorpecentes”. 

O deputado estadual Carlos Bordalo elogiou o webinário e afirmou que o combate às drogas é um dos desafios complexos da civilização moderna. “Além dos danos pessoais, sociais e econômicos, os dramas atingem famílias. Evidentemente que este panorama se agrava com o advento da Covid-19, porque nenhuma sociedade estava preparada para uma pandemia tão violenta”.

Representantes das secretarias puderam apresentar o que cada órgão de governo vem desenvolvendo no combate às drogas ilícitas, também, o papel da assistência social aos usuários durante a pandemia, em especial aos usuários de álcool e outras drogas. 

“Os efeitos das medidas de isolamento social vêm sendo acompanhados de um aumento desse consumo. A saúde mental da população, desde o início da pandemia, foi muito afetada, trazendo consequências sérias no que tange ao aumento do consumo de álcool e ao aumento de casos de transtornos mentais”, afirmou Kédyma de Andrade, que atua como psicóloga de Proteção Social Especial de Média Complexidade, da Seaster.

Cenpren

Na Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos, a coordenadoria de Prevenção de Tratamento e Redução de Danos de Consumo de Drogas é responsável pela execução da política estadual de atividades voltadas à prevenção e redução de danos do consumo de álcool e outras drogas, competindo-lhe o planejamento e execução de ações voltadas à educação, fomento de campanhas estaduais, capacitação de agentes multiplicadores, atendimento psicossocial, oficinas e atividades culturais, técnicas e esportivas.

De acordo com a gerente do Cenpren, Marjorie Fonseca, cabe à coordenadoria a proposição de políticas públicas que previnam o uso e abuso de consumo de drogas. “Pautados nos princípios dos Direitos Humanos e nas diretrizes das Políticas Nacional e Estadual Sobre Drogas, realizados ações de qualificação, de educação e capacitação de profissionais da rede de atenção”, explicou

Prestigiaram ainda o evento Ana Maria Chamma, representante do Coned; Edwin Júnior, da Alepa; Giovana Costa, da Seduc, Ilda Moraes, da Sespa; e o Capitão Rodrigo Vale, da Segup.

O webnário completo você pode assistir no YouTube. Clique aqui