Governo do Pará autoriza início das obras em três terminais hidroviários

29/11/2021 17h05 - Atualizada em 30/11/2021 10h53

O Governo do Pará, por meio da Companhia de Portos e Hidrovias do Pará (CPH), autorizou nesta segunda-feira (29), o início das obras de construção do terminal hidroviário de Aveiro, no Baixo Amazonas, e reconstrução e adequação dos terminais hidroviários de Chaves, no Marajó, e Mocajuba, no Baixo Tocantins. As obras vão trazer mais conforto e segurança aos usuários dessas regiões, além de ajudar na integração do Estado por meio do modal hidroviário.

"São cidades que possuem os rios como ruas e isso representa mais de R$ 11 milhões em investimentos. Então, queria festejar essas obras e, se Deus quiser, terei o prazer de entregá-las no próximo ano para que possamos dar a essas cidades conforto e segurança, principalmente para aquelas pessoas que chegam e saem pelos rios. São terminais modernos, adequados, com acessibilidade, enfim com uma grande infraestrutura. Além disso, quero reafirmar nosso compromisso e nosso nosso trabalho em parceria como essas cidades para o desenvolvimento do Estado", disse o o Governador Helder Barbalho, que assinou as três ordens de serviço no Palácio do Governo, em Belém.

Para o presidente da CPH, Abraão Benassuly, a assinatura das ordens de serviço representam o compromisso do Governo do Estado, que também prioriza o modal hidroviário para desenvolvimento das regiões. Atualmente, a Companhia totaliza 34 obras no Estado, sendo oito entregues, 20 em andamento e seis em processo licitatório. 

"São obras muito importantes e relevantes para todas as cidades, então essas obras tem um impacto social muito grande. Por exemplo, em Aveiro, que tem 240 anos, é a primeira vez que a cidade ganha um porto. São cerca de 27 mil habitantes, pessoas que precisam de se deslocar de barco e enfrentam dificuldades para embarcar e desembarcar. Já no município de Mocajuba, a falta de adequação do porto dificulta o transporte escolar, e no de Chaves há muitos anos já precisava dessa reconstrução, então, agora, o governador assina esses atos e muda a realidade das pessoas desses município", frisou Abraão Benassuly.

Infraestrutura

Aveiro -  Assim como os demais terminais construídos pela CPH, o porto de Aveiro será contemplado com cadeiras confortáveis, banheiros, guichês para vendas de passagens, lanchonete, salas para órgãos do governo, guarda-volumes, TV e bebedouro. Já a obra naval prevê a instalação de rampa metálica coberta e flutuante coberto, para embarque e desembarque de passageiros. O terminal será construído com base nas normas da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq). No total, o Estado vai investir mais de R$ 5 milhões na obra.

Projeto do Terminal de Aveiro"Aveiro nos seus 240 anos de existência vai receber seu primeiro terminal hidroviário nessa qualidade, o que vai dar mais mobilidade e segurança para população, então agradecemos muito ao presidente da CPH, Abraão Benassuly, por ter acreditado nisso e ao governador Helder Barbalho, que sempre olha com carinho para com nosso município", disse o prefeito de Aveiro, Vilson Gonçalves.

Vilson Goncalves - prefeito de AveiroChaves - O terminal passará por obras de reconstrução e adequação, com investimento de mais de R$ 3 milhões do Estado. O porto contará com cadeiras confortáveis, banheiros, guichês para vendas de passagens, lanchonete, salas para órgãos do governo, guarda-volumes, TV e bebedouro. Já a obra naval contemplará a instalação de rampa metálica biarticulada coberta e flutuante coberto, para embarque e desembarque de passageiros. O terminal será construído com base nas normas da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) e vai fomentar o turismo na região e ajudar a escoar a produção do município, além de proporcionar mais conforto e segurança aos usuários.

Projeto do Terminal de Chaves"Chaves agradece muito ao nosso governador. Será uma importante obra, que há anos a população aguardava. Graças a Deus conseguimos hoje e agora, só nos resta agradecer ao governador porque hoje a situação do porto é difícil e isso vai trazer uma grande alegria para o nosso provo", frisou o prefeito de Chaves, José Ribamar da Silva, que também esteve presente no ato de assinatura.

José Ribamar da Silva, prefeito de ChavesMocajuba - No total, o Estado vai investir quase R$ 3,5 milhões na obra de reconstrução e adequação. O porto contará com cadeiras confortáveis, banheiros, guichês para vendas de passagens, lanchonete, salas para órgãos do governo, guarda-volumes, TV e bebedouro. Já a obra naval contemplará a instalação de rampa metálica biarticulada coberta e flutuante coberto para embarque e desembarque de passageiros.

Projeto do Terminal de MocajubaO terminal será construído com base nas normas da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq). Além de beneficiar cerca de 32 mil habitantes do município, com mais conforto e segurança, as futuras instalações vão promover o desenvolvimento da região às margens do Rio Tocantins.

Cosme Macedo - prefeito de Mocajuba"Nosso governador Helder Barbalho sempre foi sensível às nossas reivindicações e hoje assinamos essa ordem de serviço para o terminal, uma obra muito aguardada pelo município. Será uma obra de muito utilidade para nossos ribeirinhos, já que hoje temos mais de dois mil alunos nessa região. Para nós é uma satisfação muito grande estar aqui hoje e presenciar isso", finalizou o prefeito de Mocajuba, Cosme Macedo.

Por Bruno Magno (CPH)